G7 se reúne para salvar economia da Ucrânia e Senado nos EUA aprova pacote bilionário

Termina nesta sexta-feira (20/05) a reunião dos ministros das Finanças dos países do G7 realizada na Alemanha, que discutiu principalmente as consequências mundiais da guerra na Ucrânia. As sete economias mais industrializadas do planeta prometem injetar recursos para ajudar a curto prazo o país invadido pela Rússia, em 24 de fevereiro.

Marcio Damasceno, correspondente da RFI em Berlim

Reunidos em Königswinter, no oeste da Alemanha, os ministros de Economia dos sete países mais industrializados do mundo (Estados Unidos, Japão, Canadá, França, Itália, Reino Unido e Alemanha) calcularam o valor da contribuição de cada membro. Para ajudar a Ucrânia, o grupo propõe um financiamento a curto prazo, que asseguraria a liquidez do país para o trimestre atual. O Banco Mundial prevê que a guerra provocará perdas estimadas em 45% à economia ucraniana.

O governo da Ucrânia afirmou que precisa de US$ 15 bilhões nos próximos três meses para financiar suas operações, incluindo o pagamento de salários, já que a guerra provocou um colapso da arrecadação fiscal ucraniana. Os recursos prometidos pelo G7 ultrapassariam essa quantia, somando US$ 18,4 bilhões.

Alemanha promete € 1 bilhão

Anfitrião da reunião em Königswinter, nos arredores de Bonn, o ministro alemão das Finanças, Christian Lindner, anunciou nesta quinta-feira (19) que a Alemanha contribuirá com € 1 bilhão em ajuda financeira para a Ucrânia. Lindner falou que a verba, diferente de um empréstimo, não têm de ser devolvida.

Em primeiro lugar estão os Estados Unidos, com € 42,9 bilhões e em segundo está o Reino Unido, com 4,8 bilhões. A Polônia chega em terceiro, com € 2,6 bilhões.


Leia mais

Leia também:
Deputados americanos aprovam fundo de US$ 40 bilhões para ajudar Ucrânia na guerra contra a Rússia
Países do G7 prometem eliminar importações de petróleo da Rússia e EUA aumentam sanções
UE chega a acordo para uma resposta econômica comum à pandemia: € 540 bilhões

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos