Gabi Oliveira defende que influencers precisam ser responsabilizados: “Ganha dinheiro”

O que define, hoje, um influenciador? A primeira convidada do “Y aí?”, novo podcast do Yahoo, defende que todo mundo é capaz de influenciar, mas é preciso ficar atento quando isso se torna sua profissão. “Quem nunca assistiu um story, viu uma foto de um amigo e decidiu perguntar onde a pessoa tinha comprado aquilo, se gostou ou não de determinado livro? Isso é normal. A influência acontece nas relações”, aponta a comunicadora.

Leia também:

Gabi Oliveira avalia relação entre influenciadores e política: “Não sou contra a isenção”

Ainda segundo Gabi, a partir do momento que influenciar vira sinônimo de profissão, de geração de renda, as coisas mudam: “Você precisa ser responsabilizado pela sua influência”, complementa.

Ficou curioso para conferir mais do papo? O Yahoo lançou seu mais novo podcast, o “Y aí?”, comandando pelas jornalistas Ailma Teixeira, Bruna Calazans, Edda Ribeiro e Gabriela Feitosa.

Disponível no YouTube e principais plataformas de áudio

Política e juventude estão completamente interligadas - isso não podemos negar. O ano de 2018 foi decisivo para essa população. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o aumento do eleitorado foi particularmente expressivo na faixa etária de jovens de 16 e 17 anos, chegando a 51%. Vale lembrar ainda que para esse público o alistamento eleitoral e o voto são facultativos.

Podemos dizer que jovens e adolescentes estão mais ligados em política? Ou eles sempre tiveram e a gente que não percebeu? Qual o papel do TikTok nas eleições deste ano? Influenciadores digitais devem se posicionar? Por que mesmo em 2022 as mulheres ocupam poucos espaços na política?

Atento a essas e outras questões, o Yahoo lança neste semestre o podcast “Y aí?”, comandando pelas jornalistas Ailma Teixeira, Bruna Calazans, Edda Ribeiro e Gabriela Feitosa.

A ideia é bater um papo descontraído, mas de qualidade, com quem vai votar pela primeira vez nas Eleições 2022 ou que ainda não está familiarizado com o processo eleitoral. “A proposta é colocar em debate temas que são importantes neste período e ideias que precisam ser consideradas antes de apertar o ‘confirma’ nas urnas”, explica a repórter Bruna Calazans.

Nem tudo dá para resumir numa thread: é essencial aprofundar o debate

Outro fato inegável nestas eleições é o poder das redes sociais durante o processo. Pode ser no Instagram, nas threads virais do Twitter ou mesmo nos vídeos curtinhos do TikTok: todo mundo quer opinar. “O ‘Y aí?’ está ligado a esse fenômeno, e sabemos que a juventude está nas dancinhas do TikTok, mas também estará nas urnas. Nós queremos desenrolar, bater e jogar de ladinho tanto quanto queremos um Brasil bem informado e saudável”, complementa a apresentadora.

Produzir conteúdo jornalístico responsável nesses tempos onde quase tudo é rápido e superficial é um dos principais desafios do novo projeto do Yahoo, que chega nas ruas com o primeiro episódio 'Influenciadores e Política: o que tem a ver?'. “Mas é importante trazer luz para o seguinte: nem tudo dá para resumir numa thread. Temos muito em jogo este ano. É óbvio que não queremos que nossos ouvintes fiquem ouvindo 3 horas de jornalistas discutindo sobre um assunto mega denso. Para isso, convidamos pessoas que conversam com a internet para debater assuntos como fake news, legislativo e muito mais”, conclui Bruna.

Confira o primeiro episódio do podcast: