Gabigol diz que Flamengo segue 'o melhor time do Brasil' e provoca: 'Tudo normal no Rio'

·2 minuto de leitura

Eleito o craque do Campeonato Carioca, Gabigol foi o nome da final após marcar dois gols na vitória sobre o Fluminense, neste sábado. E após a partida, o camisa 9 manteve o seu estilo de não ter papas na língua. Primeiramente, melhor que o rubro-negro, segundo ele, é "a melhor equipe do Brasil" e reafirmou a alegria de estar no clube.

— Bruno [Henrique] foi muito feliz na declaração dele. Ficou famosa a frase ["outro patamar"], acho que o Bruno foi muito feliz. Creio que a administração do clube vem sendo montada faz anos, faz diferença. Jogadores que aqui estão sempre mantêm a fome, a vontade de morar no Rio e viver esse momento. São vários fatores que fazem a gente estar acima. Eu falo isso, somos o melhor time do Brasil, mas temos que treinar, correr e dar a vida todos os dias — declarou Gabigol, antes de defender o Campeonato Carioca:

— Muita gente diminui estadual, os títulos que o Flamengo ganha. Ganhar o Carioca é sim difícil, ganhar três seguidos não é pra qualquer equipe. Vale a pena comemorar, hoje tá liberada a festa — completou.

Gabigol também aproveitou para provocar os rivais do Rio de Janeiro e afirmou que "está tudo normal no Estado" após o título rubro-negro.

— Segue tudo normal no Rio de Janeiro. Jogamos sim contra uma grande equipe, mas quando pega o Mengão na final... É embaçado (risos).

À Fla TV, ele continuou a provocação:

– Jogaram como nunca e perderam como sempre.

Gabigol ficou a apenas um gol de alcançar Alef Manga, do Volta Redonda, que terminou como artilheiro do Campeonato Carioca, com nove gols. Ele dedicou o título ao amigo MC Kevin, que morreu no último domingo.

— Um pouquinho triste ainda pela morte do Kevin, que era um amigo. Aproveitando a oportunidade, dedico este título para ele, para a família dele. Tinha prometido isso para ele. Eu falei com ele no sábado, falei que ia colocar as músicas dele aqui. Muito triste, ainda sem acreditar no que aconteceu. Dedicar para ele no céu. É uma homenagem para ele — finalizou.