Gabriel Sater mostra primeira vez em que cantou tema de Jove e Juma, de 'Pantanal', em seu show: 'Difícil conter a emoção'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

"Se todo amor é sagrado...". A trilha sonora de (Alanis Guillen) e Jove (Jesuita Barbosa), em "Pantanal", já é sucesso. Gabriel Sater, que regravou "Amor de índio" ao lado do maestro João Carlos Martins, comprovou isso de perto. O Trindade da novela registrou em suas redes sociais o primeiro show em que cantou o clássico para o público e descreveu que foi difícil segurar a emoção.

"Olha só que momento lindo foi 'Amor de Índio' pela primeira vez no nosso repertório de show. Foi difícil conter a emoção! O clipe oficial da música já está disponível no meu canal do Youtube. Quem aí já assistiu?!", escreveu o ator e cantor.

Enquanto a melodia tocava, o público segurava luzes em meio a noite escura do local do show que ocorreu em Caçapava, São Paulo. No último domingo, o filho de Almir Sater descreveu o sentimento de estar de volta aos palcos depois de dois anos e meio longe.

"Noite sensacional e inesquecível! Que energia e público maravilhoso! Depois de 2 anos e meio longe dos palcos, retorno mais que emocionante em um show histórico que bateu recorde de público (segundo a prefeitura de Caçapava, foram 20 mil expectadores)", disse.

O clipe foi lançado no último dia 25. Em entrevista ao EXTRA, Gabriel Sater disse que não esperava que a regravação fosse entrar na trilha da novela:

— Eu gravei a minha parte no Pantanal e o maestro gravou em São Paulo. Até fazer o single, a gente não tinha nenhuma ideia de que essa música entraria na novela. Eu mandei pra direção só para conhecimento deles. Aí a assessora da novela me liga pra perguntar o que eu achava de "Amor de índio" entrar na trilha da novela. Comecei a chorar.

Composição de Ronaldo Bastos e Beto Guedes, “Amor de índio” foi lançada originalmente em 1978 na voz do mineiro, no LP que levava o nome da canção, hoje considerada um clássico da MPB.

— Recentemente, recebi uma mensagem da esposa do Beto dizendo que ele amou a versão, Ronaldo também — orgulha-se Gabriel.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos