Gabriel Tigrão, do Botafogo, explica apelido e viraliza: 'Minha vó sonhava e dava tigre no jogo do bicho'

·1 min de leitura

A primeira história a viralizar na Copinha de 2022 é do Botafogo. Mais especificamente do atacante Gabriel Henrique, que pediu para ser chamado de Gabriel Tigrão. Autor de dois gols na vitória momentanea do alvinegro sobre a Aparecidense, ele viralizou nas redes sociais ao explicar o apelido.

— É apelido que vem desde pequeno, é uma história grave. A minha avó, toda vez que sonhava comigo, dava tigre no jogo do bicho. Aí ela começou a me chamar assim e eu adotei — declarou no intervalo da partida, ao 'SporTV'.

Promovido do sub-20 às pressas na semana passada, o atacante Gabriel, de 19 anos, celebrou a estreia como profissional do Botafogo na semana passada, contra o ABC, pela Copa do Brasil.

Ele foi incorporado ao elenco depois que o Botafogo negociou Matheus Babi com o Athletico-PR e perdeu Rafael Navarro por lesão, ficando apenas com Matheus Nascimento de centroavante.

Com passagens por Nova Iguaçu e Fluminense na base, o atacante renovou na virada do ano seu contrato com o Glorioso até abril de 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos