Gal por Gal: 'Fui uma mulher libertadora, procurei viver a vida que acreditava'

Em entrevista ao jornal OGLOBO em 2021, Gal Costa passou bastante de sua trajetória a limpo. Veja abaixo algumas frases com que a cantora se definia:

"Fui uma mulher libertadora, no sentido verdadeiro, procurei viver a vida que acreditava e acredito".

"A música me dá equilíbrio. Vou trabalhar até quando puder, até quando Deus quiser"

"Tenho esperança, que é a mola do mundo para o ser humano se tornar melhor"

"A sociedade sempre foi careta"

"A música salva sempre me salvou no mundo"

"Nunca me posicionei politicamente, mas sempre tive uma visão de que governo ideal para o povo é o humanista".

"Embora meu passado tenha me mostrando como uma mulher, entre aspas, militante, eu nunca fui..."

"Acredito na liberdade e no respeito. Sou democrata".

"Tínhamos a liberdade de ser quem éramos enquanto tudo estava sob censura. A gente podia fazer o que queria sem ser importunado". (sobre as "Dunas da Gal")

"Na minha época, tinha a repressão, era ditadura... A verdade é que as coisas não mudaram muito. Só que, hoje, é tudo mais exposto nas mídias digitais, tudo que acontece é mostrado. Eu tinha essa postura natural e espontaneamente, que ia contra os padrões do momento".

"Não fui muito namoradeira, não"

"Lembro que me oferecia para ter filho com todo mundo (risos)... Porque o sonho da minha vida era ter um filho. E eu não engravidava. Minha mãe falava "Gracinha", ela me chamava assim, "adote uma criança". Mas achava que filho tinha que ser parido. Hoje, sei que filho é amor".

"Eu e Bituca (Milton Nascimento) tínhamos um projeto de ter um filho juntos. Olha só, que oferecida eu era... (risos). Mas era por causa das nossas vozes. Achávamos que um filho nosso teria uma voz especial. Quando eu estava com o Marco Pereira (violonista com quem ficou casada), a gente tentou ter um filho e fui averiguar... Tive uma menopausa precoce (aos 42 anos), não tava ovulando mais...".

"Gabriel, meu filho, é uma luz na minha vida"

"Tudo que sonho na vida é que Gabriel encontre uma mulher que realmente goste dele e construa uma família. Rezo muito por isso. Quero ter um netinho, porque ele vai ser um pai maravilhoso.

"Minha mãe tinha muita confiança em mim. Não brigava, não era castradora. Eu sou a mesma coisa com o Gabriel. Sou permissiva, no bom sentido, converso sobre tudo, principalmente sobre drogas, me preocupo muito com isso. Temos uma relação de confiança, saudável.

"Olho o passado com uma visão crítica da história que construí. A gente sempre acha que poderia ter feito uma coisa ou outra diferente. Não falo de algo, assim, especificamente. No geral, olho para trás e gosto do que vejo" .