Ganhador da Mega-Sena é assassinado no interior de São Paulo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dia após ter desaparecido, Jonas Lucas Alves Dias, de 55 anos, foi encontrado com sinais de espancamento na manhã desta quarta-feira (14) na alça da rodovia dos Bandeirantes (SP-348), altura do Jardim São Pedro, em Hortolândia, a 115 km da capital paulista.

Levado a um hospital, ele não resistiu e morreu.

Alves Dias foi o ganhador do prêmio de R$ 47,1 milhões da Mega-Sena no dia 5 de setembro de 2020. Naquela ocasião, outra aposta também levou o mesmo valor.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), o caso foi registrado como extorsão seguida de morte e é investigado pela delegacia de Hortolândia, com apoio da Deic de Piracicaba.

"Ela [a vítima] foi socorrida ao hospital da região onde não resistiu aos ferimentos e faleceu. Seu irmão, de 65 anos, prestou esclarecimentos e relatou que o homem estava desaparecido havia um dia. A vítima teve aproximadamente R$ 20 mil retirados de sua conta bancária por meio de transferências bancárias e via Pix. O seu cartão de débito também foi levado pelos suspeitos", informou a SSP-SP.

Pelas informações divulgadas pela família, Alves Dias costumava fazer caminhadas pela cidade, momento em que teria sido sequestrado. De acordo com o boletim de ocorrência, foi realizado um saque de R$ 1.000 e uma transferência via Pix de R$ 18,6 mil.

Outras tentativas de transferência teriam sido feitas. Em uma delas, de R$ 3 milhões, a vítima teria enviado um WhatsApp para o gerente de sua agência bancária, em Monte Mor, mas a transação não foi aprovada porque Jonas não teria informado o motivo da transferência.

Como ele não chegou em casa na terça, a família registrou um boletim de ocorrência eletrônico para avisar do desparecimento. Alves Dias foi levado ao Hospital e Maternidade Municipal Governador Mario Covas, em Hortolândia, onde chegou com vida, mas morreu pouco tempo depois. A morte foi atestada como traumatismo craniano encefálico.

De acordo com a SSP-SP, a polícia está fazendo diligências para tentar esclarecer a morte e identificar os assassinos.