Ganhador de R$ 10 milhões na Mega-Sena perde dinheiro após golpe em RS

·2 min de leitura
Ganhador da Mega-Sena perdeu o prêmio em golpe - Foto: Getty Images
Ganhador da Mega-Sena perdeu o prêmio em golpe - Foto: Getty Images
  • Idoso ganhador da Mega-Sena perdeu o prêmio após ser vítima de golpe em Viamão

  • Ele ficou com mais de R$ 10 milhões ao ganhar o prêmio em 2018

  • Atualmente, Fredolino Pereira tem apenas dois centavos na conta

Um idoso ganhador de pouco mais de R$ 10 milhões na Mega-Sena perdeu o dinheiro do prêmio conquistado em 2018. Ele afirma ter sido vítima de um golpe na cidade de Viamão, Rio Grande do Sul.

Em pouco mais de quatro anos, Fredolino José Pereira viu seu sócio, de uma funerária comprada com o dinheiro do prêmio, roubá-lo constantemente. Dos milhões de reais ganhos na loteria, sobraram apenas dois centavos.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. Já foram identificados indícios de falsificação de contratos, pelos quais Fredolino foi excluído da sociedade na funerária. Quatro pessoas são suspeitas do golpe.

Uma delas é o antigo sócio da vítima de 71 anos, que adquiriu um sítio e uma frota de dez veículos de 2018 para cá, supostamente com o dinheiro do prêmio de Fredolino.

"A partir da aquisição dessa funerária, começaram os golpes e os furtos praticados contra a vítima. Imediatamente, logo depois da compra, com a justificativa de pagar funcionários, [o suspeito] pediu o cartão bancário da vítima e a partir dali não devolveu mais, começou a fazer sucessivos saques", declarou o delegado Juliano Ferreira ao G1.

A polícia fez buscas na funerária e na casa dos quatro suspeitos. Um deles foi preso por porte ilegal de armas.

Vítima tenta reaver dinheiro

Fredolino ainda tenta reaver os milhões na Justiça. Ele lembra-se orgulhoso do dia em que juntou R$ 13 coletando latinhas de cerveja na rua, dos quais R$ 7 foram usados para duas apostas na Mega-Sena.

Os números 7, 11, 24, 36, 42 e 58 garantiram o prêmio de R$ 10.251.126,97 ao idoso, que acreditava ter mudado de vida com a quantia.

"Meu erro foi acreditar em quem não tinha possibilidade de eu ter dado a confiança que eu dei para ele. Fui enganado totalmente, declarou ao G1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos