Ganso passa a limpo 'polêmica' sobre camisa e fala de renovação com Fluminense: 'Depende do presidente'

O Fluminense está em terceiro lugar no Campeonato Brasileiro e nas quartas de final da Copa do Brasil. E Paulo Henrique Ganso é um dos destaques da equipe. Mas as redes sociais trataram de criar uma polêmica depois de o camisa 10 vestir a camisa do Santos na Vila Belmiro, após o empate em 2 a 2 na rodada passada do Brasileiro. Nesta quinta-feira, no CT Carlos Castilho, ele tratou de passar a limpo o assunto e esclarecer a situação.

— É normal alguns torcedores ficarem chateados. Ali foi mais uma homenagem para a torcida. Fiz o meu papel dentro de campo. Peguei a bola, bati o pênalti, fiz o gol. Sou muito grato ao clube que me revelou para o futebol brasileiro e mundial. Sou grato. O carinho que tenho pelo Fluminense é enorme, meus filhos então... As torcidas são muito amigas. Isso já passou e agora temos que pensar no Cuiabá — declarou o camisa 10.

O jogador também aproveitou a oportunidade para falar sobre o respeito que tem não só pelos torcedores dos dois clubes, mas também de todas as equipes.

— Respeito eu tenho por todo torcedor, do Fluminense, do Santos e de qualquer outra equipe. É tudo mais fácil e melhor para todo mundo — afirmou.

Ganso também falou sobre a sua renovação contratual. Na Vila Belmiro, o camisa 10 conversou com os torcedores do Fluminense e chegou a dizer para "pedir para o presidente renovar seu contrato". O vínculo atual vai até o final de 2023, com o meia podendo assinar pré-contrato com outra equipe a pedir do meio do ano que vem.

— Brinquei ali, né, mas de repente (risos). Vai que o Mário está vendo a coletiva. Depende do momento do clube e do que se passa na cabeça do presidente do Fluminense— afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos