Garcia, do PSDB, declara “apoio incondicional” a Bolsonaro e Tarcísio

Rodrigo Garcia (PSDB) se reuniu com Jair Bolsonaro (PL) e anunciou apoio a ele e a Tarcísio de Freitas (Republicanos) (Foto: Reprodução)
Rodrigo Garcia (PSDB) se reuniu com Jair Bolsonaro (PL) e anunciou apoio a ele e a Tarcísio de Freitas (Republicanos) (Foto: Reprodução)

Rodrigo Garcia (PSDB), governador de São Paulo, declarou “apoio incondicional” a Jair Bolsonaro (PL) e Tarcísio de Freitas (Republicanos). O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (4), em coletiva dada no Aeroporto de Congonhas.

“Venho com muita honra aqui receber o presidente Jair Bolsonaro no aeroporto de Congonhas para declarar meu apoio e meu voto nesse segundo turno ao presidente Bolsonaro”, afirmou o tucano, que ficou de fora do segundo turno, encerrando um ciclo de 28 anos de PSDB no estado paulista.

“Eu disse no primeiro turno que São Paulo é um estado desenvolvido e que dá oportunidades a todos porque o PT nunca governou. O mesmo eu acho em relação ao Brasil. O que eu quero para São Paulo, eu não quero para o Brasil. Portanto, eu declaro o meu apoio incondicional para o presidente Jair Bolsonaro se reeleger e continuar comandando os destinos desta nação. Assim como no estado de São Paulo, onde declaro meu apoio pessoal e incondicional à candidatura do Tarcísio de Freitas.”

Mais cedo, quando já se sabia que Rodrigo Garcia apoiaria Tarcísio de Freitas, o candidato do Republicanos rejeitou a ideia de ter o tucano no palanque. Para ele, a tendência é haver uma migração natural dos votos que foram para Garcia, mas não vê sentido em colocar o tucano na campanha.