Garcia se inscreve em prévia tucana para o governo de SP; Alckmin ignora

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 01.06.2019 - Entrevista do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, em sua casa no Morumbi (SP). Alckmin é médico, e foi quatro vezes governador de São Paulo pelo PSDB. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 01.06.2019 - Entrevista do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, em sua casa no Morumbi (SP). Alckmin é médico, e foi quatro vezes governador de São Paulo pelo PSDB. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Executiva estadual do PSDB de São Paulo estabeleceu o dia 20 de setembro como data limite para inscrição na prévia para definir o candidato do partido ao governo de São Paulo.

Na prática, este dia é visto internamente como o prazo fatal para sacramentar a saída do ex-governador Geraldo Alckmin da legenda. Nada indica que Alckmin vá apresentar seu nome até a data-limite, o que seria um forte indicativo de que está de partida, provavelmente para o PSD.

Até esta quinta-feira (9), apenas o atual vice-governador, Rodrigo Garcia, havia feito sua inscrição na consulta interna, que ocorrerá em novembro.

Também pode haver prévia para o Senado, uma vez que o atual ocupante da cadeira que ficará vaga, José Serra, deve buscar mandato na Câmara dos Deputados.

O presidente do diretório municipal tucano da capital, Fernando Alfredo, é o único nome que até o momento se apresentou para essa disputa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos