Garoto de 15 anos é autuado após chantagear mulheres para receber fotos íntimas no CE

·1 minuto de leitura
Suspeito chantageava as vítimas - Foto: Divulgação/Polícia Civil
Suspeito chantageava as vítimas - Foto: Divulgação/Polícia Civil
  • Adolescente criou perfil falso e chantageava as vítimas para receber fotos íntimas

  • A polícia investigou o caso e deteve o suspeito no último fim de semana

  • A denúncia foi feita pelo homem cuja imagem era usada no perfil falso

Um adolescente de 15 anos foi autuado após chantagear mulheres e coagi-las a enviarem-lhe fotos íntimas nas redes sociais. O caso aconteceu na cidade de Quixadá, no Ceará, e foi noticiado pelo G1 nesta sexta-feira.

De acordo com a Polícia Civil, o rapaz responsável pelo delito foi detido no último domingo. Ele responderá por ato infracional análogo ao crime de perseguição em ambiente virtual.

Leia também

O garoto criou um perfil falso e pedia que as vítimas mandassem imagens íntimas. Depois, coagia as mulheres para enviarem outras fotos, afirmando que, caso contrário, publicaria as primeiras em um site.

Os agentes da polícia cearense tiveram acesso a uma conversa entre o rapaz e uma vítima. Nela, a mulher pede que ele remova uma foto íntima de uma publicação, ao que ele responde com a chantagem: “Manda uma foto que eu tiro”.

Rapaz foi detido pela polícia do Ceará (Foto: Divulgacão/ Polícia Ceará)
Rapaz foi detido pela polícia do Ceará (Foto: Divulgacão/ Polícia Ceará)

Denúncia veio de pessoa que teve foto utilizada

As investigações sobre o caso tiveram início ainda em junho, quando o rapaz que vinha tendo a imagem utilizada pelo perfil falso do adolescente o denunciou.

De acordo com a polícia, o homem cuja imagem era usada pelo suspeito vinha sofrendo retaliações na região, por acreditarem que era ele o responsável pelas chantagens e coações.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos