Garoto estuprado por três anos em MG denunciou amigo do pai depois assistir a uma reportagem sobre abuso

·1 minuto de leitura

Um garoto de 12 anos denunciou a violência sexual que sofria desde os 9 depois de assistir a uma reportagem sobre abuso. O menino procurou uma tia para contar o que acontecia e, depois disso, procurou a polícia. O suspeito, de 53 anos, era um amigo do pai da vítima e foi preso no último dia 2, no bairro Costa Dourada, em Serra, no Espírito Santo.

Os abusos aconteciam na casa do pai do garoto, na região do Barreiro, em Belo Horizonte, Minas Gerais. O suspeito foi morar no imóvel a convite do amigo, com quem trabalhava havia dez anos. O Departamento de Investigação e Proteção à Família (Defam) começou a investigação após receber a denúncia da vítima e descobriu que ele, que já estava foragido, havia se escondido no Espírito Santo.

Segundo a delegada Iara França, da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente de Belo Horizonte, o irmão da vítima, de 14 anos, também foi abordado pelo suspeito:

— Porém, sem sucesso.

A policial contou ainda que o homem ameaçava matar a família dos garotos caso eles contassem a alguém sobre a violência sexual.

Contra o suspeito, havia um mandado de prisão preventiva. Ele não reagiu à prisão, realizada por agentes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), segundo a Polícia Civil do ES. O homem já foi encaminhado para Minas Gerais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos