Preço da gasolina fica 76% mais caro em um ano após 12 aumentos

·1 min de leitura
Preço da gasolina foi um dos itens que mais pesaram no bolso do brasileiro
Preço da gasolina foi um dos itens que mais pesaram no bolso do brasileiro

(Getty Images)

  • Gasolina fica 76% mais cara em um ano

  • Diesel acumula alta de 79% 

  • Ambos os percentuais levam em consideração o novo reajuste, que começa a valer hoje (12)

A gasolina vendida nas refinarias da Petrobras aumentou 68% entre janeiro e dezembro de 2021. Com o novo reajuste de 4,85%, que começou a vigorar nesta quarta-feira (12), a alta chega a 76%.

As informações foram divulgadas pelo Observatório Social da Petrobras (OSP), cujo relatório mostra que, só no ano passado, o combustível encarou 11 aumentos e cinco reduções de preço. Com o reajuste neste ano, são 12 elevações.

Leia também:

Na primeira semana deste ano, a gasolina teve preço médio de R$ 6,596, sendo que o maior atingido foi de R$ 7,899. Vale lembrar que o novo percentual ainda não estava sendo praticado.

Diesel também encara alta

No período de um ano, motoristas que dependem do diesel sentiram o combustível ficar 65% mais caro. Com o reajuste de 8,08% deste ano, a alta vai para 79%.

Ao longo de 2021, foram nove aumentos e três reduções de preço. Se levar em consideração a nova porcentagem, são dez elevações.

Desde 2016, época em que o Preço de Paridade de Importação (PPI) foi implementado no governo Michel Temer, a alta dos combustíveis está acima da inflação. Nos últimos cinco anos, a gasolina registrou aumento real de 42% e o diesel de 35%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos