"Gatinha da Cracolândia" lucrava R$ 6 mil por dia com tráfico de drogas

·2 minuto de leitura
Lorraine tem 19 anos e vivia vida de luxo, exposta nas redes sociais (Foto: Reprodução)
Lorraine tem 19 anos e vivia vida de luxo, exposta nas redes sociais (Foto: Reprodução)
  • Lorraine Romeiro, a "gatinha da Cracolândia", lucrava até R$ 6 mil por dia com venda de drogas

  • Delegado responsável pelo caso relatou que ela substituía o companheiro, também preso por tráfico

  • Nas redes sociais, Lorraine ostentava vida de luxo como falsa influenciadora digital

Lorraine Cutier Bauer Romeiro, a "gatinha da Cracolândia", lucrava até R$ 6 mil por dia com o tráfico de drogas na região central de São Paulo, segundo investigação da Polícia Civil, enquanto fingia ser uma influenciadora digital com fotos bem produzidas.

De acordo com reportagem do portal UOL, a criminosa presa na última quinta-feira (22) comprava um quilo de crack por cerca de R$ 20 mil e porções menores de outras drogas. A movimentação de venda de entorpecentes se arrastava até a manhã seguinte, quando era feita a prestação de contas.

Leia também

"Ela sempre ficava na contabilidade, atrás dos maços de dinheiro", revelou o delegado Severino Pereira de Vasconcelos, do 77º DP, localizado em Santa Cecília (região centro da capital paulista).

De acordo com a polícia, Lorraine movimentava até R$ 30 mil por dia. Em média, o lucro era de R$ 6 mil, dividido com dois comparsas.

Irmão de Lorraine diz que ela se envolveu com "pessoas erradas"

A família de Lorraine afirmou que a jovem se envolveu com pessoas erradas e que ela vai pagar pelo que fez. Em uma série de postagens no Instagram, o irmão de Lorraine, Lorruam Bauer, também afirma que os familiares da jovem não vão passar a mão na cabeça dela.

Na manhã da última quinta, equipes do 77º DP cumpriram o mandado de prisão da "Operação Carontes" em Barueri, na Grande São Paulo.

Segundo os investigadores, Lorraine confessou que tinha drogas escondidas no Hotel Avaré, localizado na rua Helvetia, na região da Cracolândia.

Ela também ajudava a abastecer os hotéis onde escondiam as drogas, segundo a Polícia. Equipes se dirigiram até o local, onde encontraram produtos de crime e um esconderijo de drogas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos