GE Celma vai ampliar unidade de revisão de motores de aviões em Três Rios e gerar até 500 empregos

Ramona Ordoñez

RIO - A região serrana do Estado do Rio está caminhando a passos largos para se transformar em um grande polo de revisão de motores de aviões a nível global. É o que afirma Júlio Talon, diretor-presidente da GE Celma, unidade de revisão e manutenção de motores aeronáuticos da GE Brasil.

Ao falar do projeto de ampliação de uma de suas unidades, no município de Três Rios, o executivo disse que, quando ela entrar em operação no início de 2022, vai gerar entre 300 e 500 empregos diretos de alta qualificação, contratados e treinados na própria região.

A GE Celma, que já é a maior unidade de revisão de turbinas aeronáuticas da América Latina, prevê investir R$ 250 milhões na expansão de sua unidade em Três Rios.

De acordo com o executivo, essa expansão faz parte dos planos da empresa de crescer 40% em volume até 2024.

— Hoje revisamos 500 motores por ano, e nossa meta é chegarmos a 700 turbinas de grande porte até 3034 — ressaltou o executivo.

A unidade a ser ampliada, chamada Banco de Provas da GE Celma, foi inaugurada há aproximadamente um ano em Três Rio, e faz testes em motores de última geração para os modelos Boeing 787 — o modelo GENX-1B.

Com a expansão, uma área de 20 mil metros quadrados fará revisão exclusivamente do motor GE/CFMI, o LEAP, um dos mais vendidos no mundo, para os novos Boeings 737.

O executivo destacou que a empresa buscará contratar pessoal da região para a nova unidade, oferecendo treinamento especializado.

Dentre as vagas com especialização e qualificação estão as de nível técnico (como mecânicos aeronáuticos) e várias especialidades de engenharia (como engenharia mecânica e de produção, entre outras).

— A gente começa com o treinamento já a partir do programa Jovem Aprendiz, em parceria com o Senai — explica o executivo. — Além de manter projetos de treinamento em Petrópolis e em Três Rios, nosso objetivo é contratar pessoal local.

A GE Celma tem cinco unidades de revisão de turbinas para aviões, três em Petrópolis, uma em Três Rios e uma no Rio, no Aeroporto do Galeão.

— Petrópolis e Três Rios são próximas, e vamos consolidar toda essa região em um grande polo de revisão de motores aeronáuticos de nível global — diz Talon.