Geada marca últimos dias de 2022 em Santa Catarina

CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - Enquanto o Norte do Brasil registra temperaturas de quase 40°C, as serras catarinenses terminam o ano com paisagens geladas. No chamado Caminho da Neve, a geada marca os últimos dias de 2022.

Nesta quinta-feira (29), a temperatura chegou a 4°C em Urupema e a 5°C em São Joaquim, distantes 200 km de Florianópolis.

Os dados são do Epagri/Ciram (Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina) e do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Apesar do frio pela manhã, durante o dia os termômetros esquentaram e as temperaturas chegaram a 25°C nestes municípios.

Segundo o Epagri/Ciram, embora haja geada por enquanto, o sol deve predominar nos próximos dias em Santa Catarina e o calor irá se prolongar até a virada do ano, com máximas previstas de 30°C e chances mínimas de chuvas --se ocorrerem, serão isoladas. Isso se deve a uma massa de ar quente e seco que está no Sul.

O meteorologista Clóvis Corrêa, do Epagri/Ciram, explica que a tendência é o tempo permanecer seco e com temperaturas elevadas durante a tarde, quando as chuvas rápidas e isoladas podem cair no litoral e no meio-oeste do estado.

As geadas são comuns na região da serra catarinense; a neve, porém, nem sempre é esperada próxima ao fim do ano. Em 2022, ela caiu no início de novembro e pegou os moradores de surpresa.

O fenômeno nunca havia sido registrado no mês de novembro e deixou a temperatura negativa em 0,4°C, mas com a sensação térmica de -20°C em Urubici e Bom Jardim da Serra, que integram o Morro da Igreja, na serra catarinense. O vento na região chegou a 69 km/h.

"Geadas acontecem por aqui até mesmo no verão, mas neve nunca tínhamos registrado em novembro, nem temperaturas tão baixas", disse Corrêa.

Além da geada, Santa Catarina vem enfrentando tempestades, alagamentos, desabamentos e chuva de granizo nas últimas semanas, fenômenos que deixaram duas adolescentes mortas e uma criança ferida.