Duplo atentado contra curdos em festa de Ano Novo deixa 17 mortos na Síria

Beirute, 20 mar (EFE).- Um duplo antenado contra um grupo de curdos na cidade síria de Al-Hasaka, onde era comemorado o Nowruz, a tradicional festa de Ano Novo do calendário persa, deixou pelo menos 17 mortos e dezenas de feridos nesta sexta-feira.

Em conversa pela internet, o porta-voz das Unidades de Proteção do Povo (milícias curdo-sírias), Ridor Khalil, informou que entre as vítimas há crianças e mulheres. As primeiras investigações apontam a um carro-bomba que explodiu no meio da multidão e depois a detonação de um artefato. Ainda não se sabe se o suicida estava dentro do veículo.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos, por sua vez, informou que os ataques provocaram 100 vítimas, entre mortos e feridos. De acordo com a organização, um suicida do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) acionou a bomba que carregava no corpo no meio do público no bairro de al-Mofti, em Al-Hasakah. Já a segunda explosão foi de uma bomba em outro lugar da região, que o Observatório não informou.

O Nowruz é uma festa de tradição zoroástrica, com a qual os curdos lembram a chegada da primavera e que no Irã marca o início do ano. Ao todo, 9% dos habitantes da Síria são curdos e vivem, principalmente, em Al-Hasakah e em Aleppo. EFE

Carregando...

Siga o Yahoo