General Motors paralisa fábrica de São Caetano do Sul; relembre outros casos do tipo

·2 minuto de leitura
SAO PAULO, BRAZIL - OCTOBER 16:  The seat of the automobile Corsa model, produced by General Motors, is seen with a red piece of anchorage of the lap belt 16 October 2000 during
A montadora afirma que a medida é necessária por conta dos efeitos da pandemia e que o objetivo é manter os empregos

A General Motors (GM) avisou aos funcionários da fábrica de São Caetano do Sul, no ABC paulista, que vai paralisar sua produção durante seis semanas. O motivo é a falta de peças e a adaptação de todas as linhas de montagem para a fabricação de uma nova picape, ainda sem previsão de lançamento.

Leia também:

A previsão é de que a paralisação ocorra entre os dias 21 de junho e 2 de agosto. No entanto, já na próxima segunda-feira (31), ocorrerá a suspensão da produção noturna e somente os setores de funilaria e pintura seguirão no turno por enquanto.

A montadora afirma que a medida é necessária por conta dos efeitos da pandemia e que o objetivo é manter os empregos. A adaptação da fábrica para a produção da nova picape já estava prevista no plano de investimentos no valor de R$ 10 bilhões.

Outras unidades

Em São José dos Campos, no interior de São Paulo, o segundo turno do setor de produção foi reativado no último dia 10. Lá são montados a picape S10 e o utilitário esportivo TrailBlazer.

Já em Gravataí, no Rio Grande do Sul, unidade onde é fabricado o Onix, as atividades seguem suspensas também por falta de componentes. A previsão de volta dos funcionários é 19 de julho.

Outras montadoras já pararam

Além das irreparáveis perdas humanas, a pandemia do novo coronavírus vem afetando a economia brasileira com força. O setor automobilístico, que tem importância na cadeia de empregos, enfrenta seu maior desafio em 100 anos no Brasil

No último levantamento da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), de 30/3, estavam paradas Mercedes, Renault, Scania, Toyota, Volkswagen, Volkswagen Caminhões e Ônibus, BMW, Agrale, Honda, Jaguar e Nissan. GM e Volvo não pararam totalmente, mas reduziram fortemente a produção.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos