General Ramos rebate Celso de Mello, diz que comparar Brasil à Alemanha nazista é infeliz e pede respeito a Bolsonaro

MARIANA CARNEIRO E GUILHERME SETO
(Foto: Getty Images)

Em suas redes sociais, o ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, rebateu o ministro do STF, Celso de Mello, que comparou o Brasil atual à Alemanha nazista em mensagem enviada aos ministros da corte nos últimos dias.

"Comparar o nosso amado Brasil à 'Alemanha de Hitler' nazista é algo, no mínimo, inoportuno e infeliz . A Democracia Brasileira não merece isso. Por favor, respeite o Presidente Bolsonaro e tenha mais amor à nossa Pátria!", escreveu Ramos nas redes sociais.

Leia também

No domingo, o decano da Suprema Corte escreveu: "Guardadas as devidas proporções, o 'ovo da serpente', à semelhança do que ocorreu na República de Weimar (1919-1933) parece estar prestes a eclodir no Brasil", falou

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

É preciso resistir à destruição da ordem democrática, para evitar o que ocorreu na República de Weimar quando Hitler, após eleito pelo voto popular e posteriormente nomeado pelo presidente Paul von Hindenburg como chanceler da Alemanha, não hesitou em romper e em nulificar a progressista, democrática e inovadora Constituição de Weimar, impondo ao país um sistema totalitário de Poder", contou Mello

São Paulo e Rio de Janeiro registraram os protestos mais intensos do domingo. Em São Paulo, os atos tiveram início a partir da união de torcidas organizadas de clubes rivais. No Rio, um dos temas dos protestos foi a morte do garoto João Pedro.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.