Genial/Quaest mostra estabilidade; Lula e Bolsonaro terão comícios em Manaus e Curitiba

Lula e Bolsonaro participam de debate entre presidenciáveis

SÃO PAULO (Reuters) - Em um dia recheado de pesquisas, a Genial/Quaest, primeira a ser divulgada nesta quarta, mostrou que a estabilidade na disputa pelo Palácio do Planalto continua, com a vantagem de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre o presidente Jair Bolsonaro (PL) se mantendo em 12 pontos percentuais.

Lula aparece com 44% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro soma 32% --na pesquisa divulgada em 17 de agosto, o petista tinha 45% e o atual presidente registrava 33%. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.

Também devem ser divulgadas nesta quarta novas pesquisas XP/Ipespe e PoderData. Na quinta-feira, as atenções estarão voltadas para mais um levantamento do Datafolha.

Na busca para garantir os votos que já têm e conquistar novos eleitores, Lula passará o dia em Manaus, enquanto Bolsonaro irá a Curitiba. Nas duas cidades, os candidatos farão comícios, além de outras atividades.

Ainda pela manhã, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, irá se reunir novamente com o ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira.

Veja abaixo os principais destaque do dia eleitoral.

FINANCIAMENTO PARA PROTEÇÃO DE FLORESTAS

Reportagem exclusiva da Reuters nesta quarta-feira mostrou que a campanha de Lula articula a criação de um grupo formado por Brasil, Indonésia e Congo --o BIC-- para atuar na próxima Conferência das Partes sobre o Clima (COP27), no Egito, em caso de eleição do petista, com objetivo de pressionar os países ricos por financiamento para proteção das florestas e pela definição de detalhes sobre o mercado de carbono global.

Brasil, Indonésia e Congo têm as três maiores áreas de floresta tropical no mundo e, assim como no território brasileiro, as áreas verdes dos demais países estão sob ameaça de desmatamento, com risco para a biodiversidade.

LULA EM MANAUS

Antes de começar suas atividades na capital do Amazonas nesta quarta, o líder das pesquisas eleitorais dará entrevista nesta manhã para uma rádio de Belém, onde terá agenda na quinta-feira.

Em Manaus, o petista irá visitar à fábrica da Honda ainda pela manhã e terá à tarde um encontro com entidades e movimentos sociais para discutir o desenvolvimento sustentável na região.

Já no início da noite, o ex-presidente vai encerrar suas atividades na cidade com um comício.

CAMPANHA NO PARANÁ

Bolsonaro iniciará o dia cumprindo agenda institucional em Foz do Iguaçu, onde se reunirá com o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, para discutir as relações entre os dois países, e fará uma visita às obras da Ponte da Integração Brasil-Paraguai.

À tarde, o presidente estará em Curitiba, onde participará de uma motociata e depois de um comício no centro da cidade.

SEM ARMAS

Na noite de terça-feira, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, em votação unânime, proibir o porte de armas em locais de votação nos dois dias que antecedem as eleições e um dia após o pleito de outubro.

Os integrantes da corte tomaram a decisão ao analisar consulta apresentada pelo deputado Alencar Santana Braga (PT-SP) e outros, questionando que providências seriam tomadas pela Justiça Eleitoral em relação às armas nos locais de votação.

"Com base nessas considerações, conheço da consulta formulada para responder que, no dia da eleição e nas 48 horas que o antecedem, bem como nas 24 horas que o sucedem, não é permitido o porte de armas nos locais de votação e no perímetro de 100 metros que os envolve", decidiu o relator do caso, ministro Ricardo Lewandowski.

PRÓXIMAS PESQUISAS ELEITORAIS

PoderData - 31 de agosto, quarta-feira

XP/Ipespe - 31 de agosto, quarta-feira

Datafolha - 1 de setembro, quinta-feira

Ipespe - 3 de setembro, sábado

Ipec - 5 de setembro, segunda-feira

ÚLTIMAS PESQUISAS DIVULGADAS

Genial/Quaest

Divulgada em 31 de agosto

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 44%

Jair Bolsonaro (PL) - 32%

Ciro Gomes (PDT) - 8%

Simone Tebet (MDB) - 3%

Outros - 2%

Brancos e nulos - 5%

Não sabem - 6%

2º turno:

Lula (PT) - 51%

Bolsonaro (PL) - 37%

CNT/MDA

Divulgada em 30 de agosto

Margem de erro de 2,2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 42,3%

Jair Bolsonaro (PL) - 34,1%

Ciro Gomes (PDT) - 7,3%

Simone Tebet (MDB) - 2,3%

Outros - 1,1%

Brancos e nulos - 5%

Não sabem - 7,8%

2º turno:

Lula (PT) - 50,1%

Bolsonaro (PL) - 38,8%

IPEC

Divulgada em 29 de agosto

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 44%

Jair Bolsonaro (PL) - 32%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 3%

Outros - 1%

Brancos e nulos - 7%

Não sabem - 6%

2º turno:

Lula (PT) - 50%

Bolsonaro (PL) - 37%

BTG/FSB

Divulgada em 29 de agosto

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 43%

Jair Bolsonaro (PL) - 36%

Ciro Gomes (PDT) - 9%

Simone Tebet (MDB) - 4%

Outros - 2%

Branco/nulo/nenhum - 4%

Não sabem/não responderam - 3%

2º turno:

Lula (PT) - 52%

Bolsonaro (PL) - 39%

ATLASINTEL

Divulgada em 25 de agosto

Margem de erro de 1 ponto percentual

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 46,7%

Jair Bolsonaro (PL) - 38,3%

Ciro Gomes (PDT) - 6,4%

Simone Tebet (MDB) - 3,6%

Outros - 3,1%

Branco/nulo/indecisos - 1,9%

2º turno:

Lula (PT) - 51,8%

Bolsonaro (PL) - 40,8%

DATAFOLHA

Divulgada em 18 de agosto

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 47%

Jair Bolsonaro (PL) - 32%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 2%

Outros - 1%

Brancos, nulos - 6%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 54%

Bolsonaro (PL) - 37%

PODERDATA

Divulgada em 17 de agosto

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 44%

Jair Bolsonaro (PL) - 37%

Ciro Gomes (PDT) - 6%

Simone Tebet (MDB) - 4%

Outros - 1%

Brancos e nulos - 4%

Não sabem - 3%

2º turno:

Lula (PT) - 52%

Bolsonaro (PL) - 38%

GENIAL/QUAEST

Divulgada em 17 de agosto

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 45%

Jair Bolsonaro (PL) - 33%

Ciro Gomes (PDT) - 6%

Simone Tebet (MDB) - 3%

Outros - 0%

Brancos e nulos - 6%

Não sabem - 6%

2º turno:

Lula (PT) - 51%

Bolsonaro (PL) - 38%

(Por Alexandre Caverni; reportagem adicional de Fernando Cardoso)