China comemora "Dia dos Solteiros" especial neste 11/11/11

Pequim, 11 nov (EFE).- A tripla coincidência de números 11 na data desta sexta-feira representa o maior "Dia dos Solteiros" do século na China, quando uma grande festa comemora o orgulho solteiro, em uma sociedade onde não estar casado é tradicionalmente mal visto.

A festa, celebrada por milhões de solteiros chineses nesta sexta, é chamada de "guanggunjie". Em mandarim, "Guanggun" significa uma árvore sem folhas, expressão usada metaforicamente para designar as pessoas que não se casam, ou os casais que optam por não ter filhos.

"Hoje tudo pode acontecer: você pode acabar sozinho, ou procurar uma companheira ou se casar com ela", conta à Agência Efe Hua Lin, um jovem solteiro de 26 anos, idade que supostamente os chineses já devem estar casados.

Existem muitas formas de comemorar o "Dia dos Solteiros", mas, em geral, os chineses saem com amigos para se divertir. Segundo Lin, "quem passar esse dia sozinho ficará solteiro para sempre".

A data também é escolhida por muitos para simbolizar o último dia de solteiro, fato que pode ser comprovado com os inúmeros casamentos que foram realizados nesta sexta. Os casórios também se intensificaram no dia 8 de agosto de 2008 (oito simboliza fortuna na cultura oriental) e no 9 de setembro de 2009 (nove garante longevidade).

Muitos jovens universitários chineses aproveitaram para criar cartazes com a frase "sou solteiro e estou feliz" e circular nas ruas, enquanto muitos cinemas exibiam apenas filmes românticos em sua programação, quase como um Dia dos Namorados.

Já de noite, a comemoração dos solteiros toma conta dos múltiplos bares e discotecas, especialmente nas cidades. Mas, muitos preferem organizar festas em suas próprias casas, porém, sem convidar pessoas comprometidas.

Alguns afirmam que a origem da festa está na antiga China, quando um grupo de solteiros começou a jogar "mahjong" - um tradicional jogo de mesa chinês - exatamente no dia 11 do mês 11, entre 11h da manhã até 11h da noite.

No entanto, o mais provável é que a origem da festa seja mais recente, fruto das reuniões de estudantes solteiros na Universidade de Nanquim no inicio dos anos 90.

A festa vai ganhando importância com o passar dos anos, levando em conta que o número de solteiros na China cresce à medida que o país se desenvolve. O "Dia dos Solteiros" também é muito lembrado em fóruns de internet e em redes sociais da China.

As autoridades chinesas afirmam que atualmente há 36,8 milhões de solteiros no país, um número considerado baixo em escalas mundiais. Porém, o número de solteiros cresceu 30% nos últimos 50 anos.

Por outro lado, a política do "filho único", que causou indiretamente um desequilíbrio de sexos (mais homens do que mulheres), poderá preocupar no futuro. Em 2020, 23 milhões de homens chineses não terão mulheres para formar uma família, segundo os estudos demográficos no país asiático.

Apesar da certa obsessão dos jovens chineses por se casar o mais rápido possível, a pressão social está sendo reduzida, especialmente nas grandes cidades, onde as pessoas geralmente não possuem tanta pressa em se casar ou, simplesmente, se sentem melhor solteiras. EFE

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias