'Gente inferior' e 'odeia pobre': Entenda a polêmica envolvendo Tiago Leifert e Felipe Neto

As redes sociais testemunharam essa semana uma discussão envolvendo o ex-apresentador do Big Brother Brasil Tiago Leifert e o influenciador Felipe Neto. A polêmica começou quando Leifert declarou que não votaria em nenhum dos pré-candidatos a presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) e culminou em trocas de farpas de ambas as partes. Entenda:

São João: Fãs de Claudia Leitte pedem respeito após artista ser obrigada a deixar palco em Caruaru

Leifert foi alvo de críticas na semana passada, quando revelou ao jornalista Rica Perrone, no podcast "Cara a Tapa", que "preferia levar um tiro" do que ter que escolher entre os dois políticos que lideram as intenções de voto na disputa para o Planalto.

No dia seguinte, Felipe Neto fez um comentário sobre assunto, sem citar Leifert. No Twitter, escreveu: "Se de um lado tem um genocida, assassino, aliado de milícias, corrupto, vagabundo que não trabalha, que destruiu a economia, destruiu a imagem do país no mundo, entregou a Amazônia, exterminou povos indígenas... e você vota nulo porque está alinhado com um discurso de elite... você é um nojo. Surpreende um total de 0 pessoas".

'Não posso desistir dessa paixão': Italiana de 100 anos renova carteira de habilitação e pode dirigir até 2024:

Nesta segunda, o assunto ganhou novo holofote quando Perrone participou uma nova transmissão ao vivo com Leifert e parabenizou o apresentador por se tornar um desafeto de Felipe Neto". Leifert então se referiu ao influenciador como "gente inferior".

"Nós estamos aqui falando de Seleção Brasileira, Copa do Mundo, Neymar. Vamos manter o nível alto e voltar a falar de futebol do que perder tempo com galerinha de Twitter, trolzinho de Twitter, dona não sei quem, Felipe não sei quem lá. A gente está falando aqui de Copa do Mundo, a gente está olhando para o maior evento do mundo. Vamos honrar vocês com conteúdo e não ficar falando de gente inferior", disse Leifert.

Antiguidades: Britânico é condenado a 15 anos de prisão no Iraque por tentar contrabandear artefatos arqueológicos

Neto então usou o Twitter novamente para rebater o comentário: "Tiago Leifert me chamando de 'gente inferior' é perfeito. É o resumo exato de como ele se enxerga, só que sempre escondia... Agora todo mundo pode ver quem o cara é. Ser chamado de 'gente inferior' por um sapatênis 'faria limmer' que odeia pobre é literalmente um elogio", escreveu.

Nesta terça-feira, o perfil do influenciador na rede social está fechado, restrito para os seguidores.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos