Gestão de Queiroga será mais voltada para a 'questão da medicina', diz Bolsonaro

RICARDO DELLA COLETTA
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira (22) que a gestão de Marcelo Queiroga à frente do Ministério da Saúde será mais voltada para "a questão da medicina". Queiroga deve substituir o general Eduardo Pazuello, mas ainda não foi efetivado no cargo -a posse deve ocorrer nesta quinta-feira (25). "[Tenho] orgulho de ter o ministro Pazuello, o trabalho que fez no tocante à vacina. O novo que está entrando agora é um médico, experiente. Vai obviamente fazer um segundo tempo de um ministério voltado muito mais -muito mais agora do que era- para a questão da medicina. Mas temos ainda a cura do vírus, estamos buscando. Estamos fazendo parcerias com outros países. O Brasil brevemente vai fabricar e exportar vacinas", declarou Bolsonaro, em cerimônia no Palácio do Planalto.