Gil: "Santos abriu boa vantagem no Brasileiro, mas não tem nada decidido ainda"

Gil, durante partida do Campeonato Brasileiro. Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O Corinthians está 12 pontos atrás do Santos, líder da Série A do Brasileiro. A diferença pode cair para nove porque o Corinthians tem um jogo adiado contra o Goiás, nesta quarta-feira. A pergunta que fica é: dá para buscar o Santos?

O blog entrevistou o zagueiro Gil, com exclusividade, a respeito desta possibilidade. Confiram.

Leia também:


Santos abriu 12 pontos com um jogo a mais. Dá para buscar?

Cara, é muito complexo. O campeonato brasileiro é muito difícil, a gente sabe quando uma equipe dispara assim....a gente vai buscar rodada a rodada. É claro que a gente tem que ter os pés no chão e continuar trabalhando. O Brasileiro é muito difícil, o Santos já abriu essa vantagem boa, mas não tem nada decidido ainda.

O empate no Dérbi foi correto, pelo que aconteceu?

É clássico né. A gente sabe que é decidido nos detalhes. Procuramos vencer, fazer o nosso jogo, mas foram dois gols de bola parada, de cabeça. É assim mesmo. Clássico, jogo de campeonato brasileiro, difícil, pegado. A gente tem que levantar a cabeça, continuar trabalhando e vencer o próximo jogo dentro da nossa casa, quarta-feira.

Impressionante como você voltou da China e não sentiu a readaptação. Qual o segredo?

Olha, eu sempre prezei pela parte física para sempre estar bem e poder estar jogando. Claro que na China, a gente fazia as mesmas coisas que estamos fazendo aqui agora, com uma preparação aqui no Corinthians para todos estarem 100%. Então, eu sou abençoado por Deus por ter esse porte físico, essa condição de estar jogando sempre. Eu acho que o mais importante é o que eu coloquei na minha cabeça. Quando eu voltasse para o Brasil, eu não queria sentir muito e acho que está acontecendo isso, graças a parte de fisiologia do clube e do pessoal da China para a gente não sentir tanto.

Você voltou num momento em que vários grandes nomes estão retornando ao futebol brasileiro. Isso é bom?

Eu acho que isso enaltece o futebol brasileiro. A gente tem vários jogadores que saem novos e voltam também. O caso do Daniel Alves voltando também. Então, acho que isso engrandece o Brasileiro e nos dá condições de jogar um clássico, disputar uma partida contra grandes jogadores também. Então, isso é muito importante para o nosso futebol e os mais novos podem ter esses caras como exemplos.

Gil ficou três temporadas e meia no Shandong Luneng, da China, e já disputou seis partidas pelo Corinthians, desde o seu retorno. Ele assinou um contrato de seis meses com o Corinthians, com renovação automática por mais três anos, caso ele não se transfira para algum clube do exterior.

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes |