Gil, Caetano e outros amigos de Gal Costa falam da importância dela em suas vidas: 'Me deu força para ser quem eu sou', diz Preta Gil

Gal Costa cultivou uma longa amizade com diversos cantores emblemáticos da MPB. Após a morte da cantora, eles deram longas declarações sobre a relação com a cantora. Gilberto Gil, Caetano Veloso, a afilhada Preta Gil, Maria Bethânia foram alguns.

Caetano Veloso contou no "Estúdio i", na GloboNews, que quando soube da notícia logo ligou para Bethânia e Gil.

"Foi difícil, mas bom falar com eles. Ao longo dos anos compus muitas canções pra Gal cantar, a pedido dela. Ela apenas me avisava que estava fazendo um novo disco e queria canção. E tem uma canção cuja letra talvez responda a pergunta (sobre quem era Gal): 'Minha voz, minha vida / Meu segredo e minha revelação / Minha luz escondida / Minha bússola e minha desorientação / Se o amor escraviza / Mas é a única libertação / Minha voz é precisa / Vida que não é menos minha que da canção'", disse ele.

Já Gilberto Gil revelou um apelido que a cantora deu para ele.

"Ela me chamava de Giló! A gente brincava que a gente era uma dupla caipira: Giló e Gaúcha. É muita dificuldade para falar... É muita emoção, porque na hora em que recebi a notícia até me controlei, porque a morte faz parte da vida, a gente sabe disso. A gente sempre procura e numa certa medida encontra o modo de deixar que a notícia da morte de um ente querido chegue de forma tranquila. Depois, com a compreensão da grandeza dela e da abrangência do que ela fez, do que ela fazia, da música que ela representava, e da comoção que foi se revelando mesmo no país inteiro, através do espalhamento da notícia eu fui ficando muito assim...".

Em entrevista ao G1, Maria Bethânia afirmou que estava em choque.

"Eu nunca pensei um dia chegar a vocês para falar sobre a dor de perder Gal. O Brasil que ela sempre encantou com sua voz única, magistral, hoje, inteiro, chora. Como eu. Uma amiga que, mesmo longe, sempre mantive a admiração e respeito. Que Deus a receba na sua mais pura luz. É triste demais, difícil demais. Muito duro", disse ela.

Preta Gil pediu a sua equipe para compartilhar um momento íntimo com Gal, que era a sua madrinha. Nas redes sociais, ela resgatou um vídeo de seu aniversário de 2 anos, em que está no colo de Gal, cantando "Parabéns para você".

Depois, ela surgiu na GloboNews para falar sobre a madrinha.

"Ela foi uma madrinha muito presente, muito potente, muito vital para que eu também fosse a mulher que eu sou hoje. Durante a tarde, a gente está vendo todo mundo falar de como ela era a frente do seu tempo, como ela era muito arrojada e destemida em uma época muito difícil. E isso tudo com certeza me deu força para ser quem eu sou. Ela verbalizou muitas vezes isso para mim. Me falando para acreditar em mim, de ser quem eu sou, de ter coragem. Ela sempre pontou a minha existência com esse tipo de apoio e incentivo", recordou Preta.