Gil do Vigor, Alexandre de Moraes e Haddad roubam a cena na festa de posse do Itamaraty

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O coquetel da posse de Lula (PT) oferecido a convidados e delegações estrangeiras no Itamaraty teve três estrelas maiores.

Pela ordem: o economista e ex-BBB Gil do Vigor, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

Eles mal conseguiam caminhar pelos salões do Itamaraty, tal a quantidade de pessoas que, celular em punho, os abordavam para tirar fotografias.

A mãe de Gil do Vigor, Jacira Santanna, disse à coluna que o filho tinha até tomado dois banhos —pela manhã, para ir à cerimônia em que Lula subiu a rampa do Palácio do Planalto, e outro antes de ir para o Itamaraty.

"Ele disse: 'Mãe, não posso abraçar as pessoas suado e fedorento'", revelou ela.

Outro magistrado do STF muito festejado foi Ricardo Lewandowski.

A cineasta Petra Costa, diretora do filme "Democracia em Vertigem", que relatou o impeachment de Dilma Rousseff (PT) e a pressão da Operação Lava Jato sobre Lula, elogiou a "ética" e a "coerência" do ministro, desde os tempos do mensalão —em que foi o único a votar pela absolvição dos acusados. Ouviu elogios de volta.