Gilmar Mendes manda pedido do PT contra Zambelli para análise da PGR

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou para análise da Procuradoria-Geral da República (PGR) um pedido do PT para abertura de inquérito contra a deputada Carla Zambelli (PL-SP), que sacou e apontou uma arma contra um homem no meio da rua no bairro Jardins, em São Paulo, no sábado.

Sonar: Policial Militar faz discurso para passageiros em ônibus no Espírito Santo: 'Não apoie ex-detento'

Carla Zambelli: PF vai apurar ação armada de deputada e suposta agressão de apoiadores do PT

O ministro deu prazo de 3 dias para que a PGR apresente uma manifestação sobre o processo.

O caso da deputada foi registrado na 78º DP e será encaminhado também para será encaminhado à Polícia Federal e ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

O homem que foi perseguido pela deputada na tarde de sábado relatou ao GLOBO que xingou Zambelli após ela ter defendido o voto no candidato ao governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas. Ele contou que após a discussão, ela sacou a arma e apontou para ele. Zambelli diz que foi agredida física e verbalmente.