Após ironia 'extraterrestre'; Gilmar parabeniza o agora 'brilhante' Mendonça por vaga no STF

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Gilmar Mendes
    Jurista, magistrado e professor brasileiro, ministro do Supremo Tribunal Federal
O ministro do STF Gilmar Mendes (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
O ministro do STF Gilmar Mendes (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
  • Gilmar Mendes parabenizou "efusivamente" André Mendonça

  • Senadores aprovaram a indicação do presidente Jair Bolsonaro

  • Sabatina e votação no plenário ocorreram no mesmo dia

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), parabenizou "efusivamente" André Mendonça após seu nome ter sido aprovado pelo Senado para ocupar uma vaga na Corte.

"Parabenizo efusivamente o Ministro André Mendonça pela aprovação ontem no Senado Federal. A Casa da Federação também cumpriu seu importante papel de escrutinar a carreira brilhante do Ministro André, que certamente terá uma trajetória marcante no Supremo Tribunal Federal", disse Mendes no Twitter.

Senadores aprovaram a indicação do presidente Jair Bolsonaro para o lugar no STF deixado por Marco Aurélio Mello. Após a sabatina na Comissão de Constituição e Justiça da Casa, o nome dele foi votado em plenário e o placar foi de 47 votos favoráveis a 32.

Apesar de parabenizar Mendonça agora que a aprovação pelo Senado ocorreu, Gilmar Mendes criticou, em abril, o então Advogado Geral da União durante sessão do Supremo que discutia se cultos e missas deveriam ser liberados no país em função da pandemia de covid-19.

Mendes afirmou que parecia que Mendonça teria chegado de "uma viagem a Marte" por suas declarações na audiência.

“Quando a sua Excelência fala dos problemas dos transportes no Brasil, especialmente do transporte coletivo, e fala do problema do transporte aéreo, com a acumulação de pessoas, eu poderia ter entendido que sua Excelência teria vindo agora para a tribuna do Supremo de uma viagem a Marte, descolado de qualquer responsabilidade institucional, com qualquer assunto no Brasil", destacou.

Após quase 5 meses nome de André Mendonça é aprovado

André Mendonça teve seu nome aprovado para o STF (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
André Mendonça teve seu nome aprovado para o STF (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

A CCJ do Senado realizou a sabatina, que durou mais de 7 horas, após mais de quatro meses da indicação do nome dele para a vaga deixada por Marco Aurélio no Supremo feita por Bolsonaro. Após a série de questionamentos dos senadores, ocorreu a votação na comissão e depois foi feita a votação no Senado.

A avaliação de Mendonça para o STF esteve envolvida em polêmicas em função do atraso para marcação de sua sabatina. O presidente da CCJ, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), foi criticado e pressionado a definir a data, mas só confirmou na semana passada que a sessão ocorreria de fato.

Durante sua sabatina, Mendonça foi questionado sobre diversos assuntos e disse que mesmo sendo evangélico, irá defender o Estado laico e a liberdade religiosa de qualquer cidadão. "Na vida, a Bíblia; no STF, a Constituição", destacou em sua fala de abertura na audiência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos