Gilmar Mendes suspende ações de improbidade contra Arthur Lira

Adriana Mendes
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, concedeu liminar e suspendeu nesta terça-feira a tramitação de três ações de improbidade administrativa contra o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). O processo está sob sigilo, mas a informação consta no andamento processual.

As ações tramitam na Justiça Federal de Curitiba, no âmbito da Operação Lava Jato. Uma foi movida pelo Ministério Público Federal (MPF) e, outras duas pela Advocacia-Geral da União (AGU).

A decisão vale até o julgamento do mérito da reclamação apresentada pelo parlamentar ao Supremo.

“Ante todo exposto, em juízo provisório, concedo a liminar para determinar a imediata suspensão das ações de improbidade", determinou o ministro.