Ginasta americana substituta testa positivo para Covid-19, diz federação

TÓQUIO - Uma ginasta substituta da equipe feminina americana que disputará a Olimpíada testou positivo para Covid-19 neste domingo. A campeã olímpica Simone Biles, de 24 anos, não foi afetada nem as demais favoritas a medalhas nos Jogos.

Em comunicado, a federação de ginástica dos Estados Unidos, USAG, afirmou que outra atleta substituta já foi colocada em isolamento por prevenção.

"Uma das atletas substitutas da equipe de ginástica artística feminina recebeu um teste COVID positivo no domingo, 18 de julho. Depois de revisar os protocolos de Covid implementados com membros da delegação, o governo local determinou que a atleta substituta afetada e outra atleta substituta seriam sujeitas a restrições de quarentena adicionais", disse o comunicado da USAG.

Ainda de acordo com a nota, as atletas olímpicas se mudaram para outras acomodações e instalações de treinamento separadas. A USAG afirmou também que a delegação continua sob vigilância e que manterá rígidos os protocolos enquanto estiverem em Tóquio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos