Giovanna Ewbank critica Carla Zambelli: 'Racista, monstra criminosa'

A atriz e apresentadora Giovanna Ewbanck criticou a deputada federal bolsonarista Carla Zambelli (PL-SP), que sacou e apontou uma arma para o jornalista Luan Araújo na tarde de sábado (29) no bairro nobre dos Jardins, em São Paulo.

"Você não é uma vagabunda", escreveu Giovanna, referindo-se ao xingamento ouvido pela deputada na rua, "você é uma monstra criminosa. Além de racista, louca, descompensada, ignorante", concluiu a atriz.

Em julho deste ano Giovanna Ewbank se revoltou contra um episódio de racismo sofrido por seus filhos Chissomo, de 9 anos, e Blessings, de 7, em uma praia de Portugal. Giovanna discutiu feio com uma mulher, que teria dito para "tirar aqueles pretos imundos dali", referindo-se a Títi e Bless.

A mulher também agrediu verbalmente uma família de turistas angolanos no Restaurante Clássico Beach Club, na Costa Caparica, em Portugal: "Eles deveriam voltar para a África e não para o Brasil". Giovanna e o marido, Bruno Gagliasso, levaram o caso à Justiça.

Bruno e Giovanna já acionaram um time de advogados, no Brasil e em Portugal, para que a questão seja levada à Justiça. "Vimos informar que, na qualidade de representantes legais da família Ewbank Gagliasso, o caso foi noticiado às autoridades portuguesas e que todas as medidas legais, jurídicas, administrativas e simbólicas serão tomadas para devida responsabilização designadamente criminal, contraordenacional e civil", informou a advogada e consultora jurídica Juliana Souza.