Gisele Bündchen e Tom Brady vão para Costa Rica para superar derrota do Patriots

1 / 1
Gisele Bündchen e Tom Brady vão para Costa Rica para superar derrota do Patriots

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O quarterback do New England Patriots, Tom Brady, 40, tirou alguns dias para absorver a derrota para o Philadelphia Eagles no SuperBowl 52. Ele e a mulher, a modelo brasileira Gisele Bündchen, 37, estão passando férias na Costa Rica. 

A perda do título para o Eagles ainda é bem marcante para o jogador mesmo após uma semana da decisão do futebol americano. Na foto publicada com Bündchen no domingo (11) no Instagrm, Brady escreveu: "O resultado deste domingo é muito melhor que o do domingo passado".

Cinco vezes campeão do Super Bowl, Hardy sentiu a derrota e chorou nos braços da modelo brasileira. Aliás, Bündchen acabou se envolvendo em uma polêmica ao ser ouvida por um repórter do USA Today explicando aos filhos Benjamin, 8 , e Vivian, 5, que seu pai já havia vencido o Super Bowl cinco vezes, mas que o time concorrente, os Eagles, nunca venceram.

Vocês precisam deixar outra pessoa ganhar às vezes. Temos que compartilhar. Compartilhar é se importar", ela teria dito às crianças, que choravam com a derrota do pai.

Os internautas e a atriz Whoopi Goldberg criticaram a modelo, que interpretaram suas palavras como se os Eagles só tivessem ganhado porque os Patriots deixaram.

Incomodada, a brasileira usou o Twitter para esclarecer o comentário. "Apenas para esclarecer. Ninguém 'deixa' ninguém ganhar. As pessoas ganham por seu próprio mérito. Estou cansada de as pessoas distorcerem minhas palavras para criar um drama que não existe", escreveu.