Gizelly, do 'BBB20', tem crise e família faz campanha de apoio com frase de tatuagem da advogada

1 / 2

gizelly 1.jpg

Após uma discussão na festa do "Big Brother Brasil 20" com Felipe Prior, Gizelly Bicalho foi para a sala chorar. Acolhida por Ivy, a advogada desabafou que a relação com o arquiteto a trouxe lembranças do ex-namorado, com quem teve um relacionamento abusivo, e chegou até a dizer que queria ir embora do reality. A capixaba já revelou em outros momentos do reality que superou uma depressão, mas o diálogo na madrugada da última segunda, dia 27, mostra que Gizelly enfrentou uma nova crise.

Na mesma hora, fãs de Gizelly colocaram entre os assuntos mais comentados do Twitter a hashtag "Isso também passa", que é uma frase que está tatuada no braço da confinada.

"Entre muitos erros e acertos, nossa sister sempre nos brindou com um choque de realidade. E nesse momento, tudo que pedimos é empatia. Empatia por tudo o que a Gi enfrenta e tudo que já enfrentou. Amanhã será um novo dia", escreveu o perfil oficial.

Uma das discussões na festa foi por Felipe Prior relembrar que Gizelly disse que não queria que Pyong vencesse, já que o hipnólogo já era rico.

"Ganhe esse prêmio por mérito seu e não por demérito das pessoas. Todo mundo está aqui porque precisa", disse Prior.