Gkay: boca pode ficar flácida após remoção do preenchimento labial? Especialista explica

Médica Andrea Tedesco explica como é o procedimento e como fica o lábio depois

Professora doutora Andrea Tedesco comentou a retirada do preenchimento do labio de Gessica Kayane (foto: Divulgação)
Professora doutora Andrea Tedesco comentou a retirada do preenchimento do labio de Gessica Kayane (foto: Divulgação)

Resumo da Notícia:

  • Géssica Kayane contou aos seguidores que decidiu retirar o preenchimento labial

  • A atriz e influenciadora havia optado pela controversa técnica "russian lips"

  • Médica Andrea Tedesco explica como é o procedimento e como fica o lábio depois

Géssica Kayane, a Gkay, surpreendeu os seguidores ao anunciar que havia removido o preenchimento labial feito em meados de 2022 e retocado no fim do ano. À época, a influenciadora e atriz optou pela técnica "russian lips" e agora seu lábio voltou próximo ao "natural".

Yahoo, então, buscou a professora doutora Andrea Tedesco, que leciona na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e é referência em harmonização orofacial, para saber como funciona a retirada do preenchimento com ácido hialurônico em regiões como o lábio.

A médica aponta que é importante que o paciente saiba qual tipo de densidade do ácido usou para quando precisar retirar. (Foto: Divulgação)
A médica aponta que é importante que o paciente saiba qual tipo de densidade do ácido usou para quando precisar retirar. (Foto: Divulgação)

Entenda

Realizado há muitos anos e comprovadamente seguro, o uso do ácido hialurônico para o preenchimento de áreas do rosto tem crescido no Brasil e sua retirada também. Para fazê-lo, o paciente precisa fazer a aplicação de uma enzima que acelera o processo de absorção natural do ácido pelo corpo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Dependendo da característica do ácido hialurônico aplicado, nesse caso especialmente a densidade do produto, o gel pode sair de imediato, ou em questão de horas. Como tem a questão do edema (aumento de volume), gosto de esperar pelo menos 7 dias para avaliar o resultado final da retirada do preenchimento”, explica Andrea Tedesco.

Ela aponta que é importante que o paciente saiba qual tipo de densidade do ácido usou para quando precisar retirar. “A tecnologia do gel também tem influência na resposta a hialuronidase. Ácidos hialurônico não são todos iguais”, ressalta.

Gkay contou que retirou o preenchimento do lábio (foto: reprodução/instagram @gessicakayane)
Gkay contou que retirou o preenchimento do lábio (foto: reprodução/instagram @gessicakayane)

Vale lembrar que o ácido hialurônico aplicado é absorvido pelo corpo como o tempo, mas a profissional destaca que é possível retirar 100% do produto que ainda estiver na região aplicada. “O pós-operatório da aplicação da hialuronidase em lábios pode gerar um processo inflamatório com edema (aumento de volume) nas primeiras 24 horas. Caso o paciente se sinta desconfortável com esse aumento de volume pode fazer aplicação de gelo e em alguns casos, associar uso de anti-inflamatórios”, aponta a médica.

O preenchimento é feito com aplicação do ácido hialurônico e deve ser feito por etapas para buscar um resultado harmônico, mas o paciente podem estranhar o rosto após a aplicação e é preciso que ele esteja ciente das mudanças.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Mesmo os pacientes que retiram por desejo próprio, podem estranhar inicialmente a aparência por ter se acostumado com o volume labial do preenchimento. Toda mudança passa por um processo de adaptação. Hoje defendo a tendência de Naturalização Facial, com pacientes tendo ganhos contínuos ao longo do tempo”, completa a professora doutora.

Boca murcha?

Géssica optou por uma das técnicas mais controversas de preenchimento labial, a "russian lips", ou lábios russos. Isso porque ela prega que a região da boca fique exageradamente armada e projetada, diferente do padrão das bocas das mulheres brasileiras.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Nesse procedimento, o ácido é aplicado em regiões mais altas e em maior volume. Com isso, a pele estica um pouco para acomodar aquele gel. Uma dúvida pode aparecer: a boca pode ficar flácida após a retirada? “Após a remoção completa dos lábios, estes podem voltar a sua forma original em pacientes jovens que apresentam boa estruturação tecidual. No caso de pacientes mais maduros, ou que tenham recebido quantidade exagerada de produto, o lábio pode adquirir um aspecto mais flácido”, explica a médica.

Para a retirada do ácido hialurônico, o paciente precisará desembolsar uma quantia que pode chegar a R$ 4 mil.

"Numa cidade como o Rio de Janeiro, um procedimento como esse pode variar amplamente, tal qual é ampla a variação de orçamentos dos preenchimentos labiais. O paciente deve sempre buscar profissionais habilitados, experientes, não o elegendo apenas pelo valor cobrado", completa o médico cirurgião plástico Jairo Casali.

Dr. Jairo Casali (foto: Divulgação/: Beto Gatti)
Dr. Jairo Casali (foto: Divulgação/: Beto Gatti)