Globo confunde Luisa Marilac com suspeita de assassinato e causa revolta

Globo se desculpou ao vivo e explicou o erro (Foto: Reprodução/Globo)
Globo se desculpou ao vivo e explicou o erro (Foto: Reprodução/Globo)

O "SPTV 2" cometeu um erro gravíssimo na edição desta terça-feira (30). Ao falar sobre o caso de uma mulher trans e um colega que teriam sido responsáveis pelo assassinato de um amigo na Grande São Paulo, o jornalístico exibiu um vídeo da youtuber Luisa Marilac. O público reconheceu a ativista e logo chamou a atenção da emissora nas redes sociais. Luisa também lamentou o ocorrido em seu perfil.

"Globo do céu, não faz isso comigo não. Sempre tive o sonho de aparecer na Globo, mas não assim. Espero que as pessoas entendam isso, pelo amor de Deus. Estamos vivendo um mundo louco. Tenho medo", publicou a ativista.

Antes de encerrar a edição, o apresentador José Roberto Burnier se desculpou: "No começo do jornal, nós falamos de um crime que aconteceu lá em São Bernardo do Campo e mostramos um vídeo da youtuber Luisa Marilac como se fosse a suspeita Maryana Elisa Rimes Paulo. O vídeo foi passado pela polícia porque Maryana tinha postado esse vídeo nas redes sociais dela. Agora pouco, o delegado falou com a nossa produção e admitiu o erro. À Luisa Marilac e aos nossos telespectadores, pedimos desculpas."

Entenda o crime

A Polícia Civil indiciou nesta quarta-feira (31) Maryana Elisa Rimes Paulo e Ronaldo Bertolini por homicídio, entre outros crimes. A mulher trans e o rapaz são acusados do assassinato de Marcelo do Lago Limeira em São Bernardo do Campo, São Paulo.

De acordo com informações do g1, o crime foi realizado em 2021, mas descoberto apenas recentemente. Maryana teria decidido matar Marcelo após descobrir que o amigo também faria transição de gênero para ter um corpo feminino.

Após o assassinato, a suspeita e Ronaldo teriam assumido a identidade da vítima, movimentando cerca de R$ 1 milhão em bens.

A dupla é acusada de estelionato, ocultação de cadáver, falsidade ideológica e falsificação de documentos, além de homicídio.

Maryana já foi presa pela polícia e está à disposição da Justiça, mas Ronaldo conseguiu escapar e é considerado foragido.