Globo quebra tabu com masturbação feminina em novela e público reage constrangido

·3 min de leitura
Personagem vive drama no casamento (Foto: Reprodução/Globo)
Personagem vive drama no casamento (Foto: Reprodução/Globo)

Uma cena de Rebeca (Andrea Beltrão) se masturbando em "Um Lugar ao Sol" deu o que falar nas redes sociais na noite desta quarta-feira (24). Além da masturbação feminina ser considerada um tabu na sociedade, cenas com mulheres se tocando intimamente não são comuns nos folhetins da Globo.

O público ficou surpreso e reagiu ao trecho do capítulo nas redes sociais. Alguns internautas elogiaram a autora Lícia Manzo pela complexidade da personagem e tudo que envolveu a sequência, que teve drama, sensibilidade e, acima de tudo, contexto. Outros telespectadores, no entanto, demonstraram constrangimento e relataram que se sentiram incomodados com a cena protagonizada pela veterana.

"Passando mal com a Andrea Beltrão se masturbando. Primeira vez que vejo isso numa novela", observou um usuário do Twitter. "A mulher se masturbando na novela em plena 21h da noite. Que isso Globo?", questionou outro, em tom crítico. "Às vezes, a Globo é um pouco desnecessária. Passando a cena da novela com a mulher se masturbando e eu na sala com o meu avô", reclamou mais um, envergonhado.

Em entrevista ao Gshow, Lícia Manzo explicou o motivo pelo qual escreveu a cena que gerou repercussão. "As mulheres também sentem prazer e desejo. A sexualidade é parte da vida das mulheres, e não só dos homens. Minha intenção ao escrever a cena foi tirar do armário algo normal e saudável. Que a mulher possa explorar, conhecer o próprio corpo", justificou a autora, que enfatizou a solidão da personagem mesmo sendo casada.

A sequência

Rebeca se tocou enquanto o marido tomava banho (Foto: Reprodução/Globo)
Rebeca se tocou enquanto o marido tomava banho (Foto: Reprodução/Globo)

Rebeca (Andrea Beltrão) se masturbou deitada na cama, após ler um livro, enquanto o marido tomava banho. A personagem se tocou por baixo do lençol enquanto a câmera focou no rosto da atriz. 

Túlio (Daniel Dantas) flagrou o momento e o climão se instaurou quando ele voltou para o quarto. Antes de se masturbar, a personagem havia negado sexo ao companheiro.

"Aquela hora eu não quis transar com você...", disse ela, tentando iniciar uma conversa mais profunda com o vilão da trama. "Isso está claro... você queria se satisfazer sozinha", respondeu o marido, insatisfeito e visivelmente irritado. 

"Não é isso, eu queria um abraço, um beijo, um colo, conversar (...) Acho que uma coisa leva a outra. A transa não começa na transa, começa de manhã, do jeito que a gente se trata", justificou a personagem de Beltrão, que vive um casamento fracassado.

Desde a estreia da novela, Rebeca (Andrea Beltrão) retrata a vida de uma mulher desvalorizada e com a autoestima baixa por questões que giram em torno do envelhecimento. O casamento com um homem que só pensa nos negócios do pai dela e tem uma amante jovem faz com que a mulher se sinta cada dia mais para baixo. 

Por que a masturbação feminina ainda é um tabu? 

A reação do público com a cena da novela não surpreende especialistas. A masturbação feminina - ou a falta dela - é considerada uma questão estrutural. Em entrevista ao Yahoo, a terapeuta sexual May Irineu afirma que por causa do machismo muitas mulheres nunca se tocaram e se sentem incomodadas com o assunto.

"Se considerarmos que vivemos em uma sociedade machista e patriarcal, podemos compreender porque muitas mulheres nunca se tocaram, nunca tiveram um orgasmo sozinhas. Nosso corpo ainda é muito objetificado, principalmente o corpo da mulher preta. Então, muitas mulheres aprenderam que era feio, que era sujo, que não podia se tocar, que deveriam aprender sobre o sexo através do toque do homem", afirma.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos