Na GloboNews, Natuza Nery é interrompida por senador e rebate: "Vai me deixar concluir?"

·1 minuto de leitura
Os senadores Otto Alencar e Marcos Rogério conversam com Natuza Nery no
Os senadores Otto Alencar e Marcos Rogério conversam com Natuza Nery no "Estúdio i", da GloboNews, sobre a CPI da Covid. Foto: reprodução/GloboNews

Resumo da notícia

  • Natuza Nery, da GloboNews, rebateu interrupções do senador Marcos Rogério em entrevista ao vivo

  • Jornalista destacou comportamento recorrente contra fala de mulheres na CPI da Covid

  • Assunto debatido eram as manifestações a favor de Bolsonaro na pandemia

Interrompida durante uma entrevista ao vivo por mais de uma vez, a jornalista Natuza Nery precisou se impor na conversa com o senador Marcos Rogério (DEM-RO) no "Estúdio i", da GloboNews, na última sexta-feira (28). O tema debatido era a CPI da Covid e as manifestações durante a pandemia.

Ela apontava que o político usava suas redes sociais para estimular aglomerações a favor do presidente Jair Bolsonaro, mas não conseguia prosseguir com o raciocínio sem as intervenções fora de hora.

Leia também:

"O senhor vai me deixar concluir ou o senhor vai fazer comigo o que faz com as senadoras mulheres na CPI? Eu vou concluir, aí o senhor rebate do jeito que o senhor quiser", afirmou Natuza, destacando um comportamento recorrente dos integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em um post publicado no Instagram no dia 15 de maio, o senador elogiou o ato pró-Bolsonaro. "Ainda estou sem palavras com esse dia! O povo foi às ruas hoje para demonstrar apoio ao nosso presidente e à agenda de reformas prometidas em 2018", escreveu.

No programa, Marcos Rogério alegou não ter feito parte do grupo, mas declarou: "Sim, eu admiro a manifestação popular, a liberdade do povo se reunir. É uma garantia institucional."

Em seguida, Natuza lembrou que a pandemia no Brasil está perto de uma terceira onda e defendeu que não é razoável defender aglomerações.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos