GM converterá fábrica nos EUA para produção de peças de veículos elétricos

TOLEDO/WASHINGTON (Reuters) - A General Motors (GM) disse nesta sexta-feira que investirá 760 milhões de dólares em sua fábrica de Toledo, no Estado norte-americano de Ohio, para produzir sistemas de acionamento para caminhões elétricos no local.

É a primeira instalação de transmissões da montadora que será reaproveitada para o segmento de veículos elétricos.

"Uma vez que a fábrica for convertida, ela produzirá a família de sistemas de acionamento para veículos elétricos da GM, que converte a energia elétrica da bateria em movimento mecânico nas rodas", disse a montadora, acrescentando que produzirá produtos de transmissão simultaneamente no local durante a transformação.

"Esse investimento ajuda a construir segurança no emprego para nossa equipe de Toledo nos próximos anos e é o próximo passo em nossa jornada para um futuro totalmente elétrico", disse o vice-presidente executivo global de manufatura e sustentabilidade da GM, Gerald Johnson.

A montadora disse no ano passado que aumentaria seus investimentos em veículos elétricos e autônomos de 2020 até 2025 para 35 bilhões de dólares, alta de 75%, pois promete parar de vender veículos movidos a gasolina até 2035.

(Por David Shepardson e Joseph White)