GM tem lucro de US$2,9 bi no 1º tri, acima do esperado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

DETROIT, Estados Unidos (Reuters) - A General Motors teve lucro de 2,9 bilhões de dólares no primeiro trimestre, maior do que o projetado por analistas, à medida que a montadora focou em vendas de modelo mais caros, ainda que a produção tenha sido limitada pela falta de chips e disrupção na cadeia de suprimentos.

Analistas esperavam lucro de 2,45 bilhões de dólares para o período, segundo dados da Refinitiv.

A GM ainda projetou lucro líquido anual de 9,6 bilhões a 11,2 bilhões de dólares e reafirmou a perspectiva anual para o lucro antes de juros e impostos (Ebit) ajustado de 13 bilhões a 15 bilhões de dólares.

A presidente-executiva da companhia, Mary Barra, em carta aos acionistas, disse: "Nossa confiança é forte à medida que aceleramos nossa transformação, mesmo diante de um ambiente macro desafiador."

A GM afirmou que os resultados do primeiro trimestre foram impulsionados pela "melhoria da produção e forte demanda dos clientes na América do Norte".

A montadora disse que os preços mais altos elevaram o lucro antes dos impostos na América do Norte em 2,1 bilhões de dólares, mas isso não foi suficiente para compensar totalmente o impacto de 2,5 bilhões de dólares em custos mais altos.

"Continuamos vendo uma forte oportunidade de precificação, porque há demanda por nosso produto", disse Barra durante teleconferência.

Barra espera que apesar dos problemas na cadeia de suprimentos a GM ainda seja capaz de fabricar 25% a 30% mais veículos em 2022 do que no ano passado.

"Ainda há volatilidade nos chips", disse Barra a jornalistas. "Vimos uma melhora no primeiro trimestre em relação ao quarto trimestre. Acreditamos que continuaremos vendo uma oferta de chips mais forte no segundo semestre do ano."

No mesmo dia em que a rival Ford lançou a produção regular da nova picape elétrica F-150 Lightning, Barra revelou que a GM recebeu 140 mil reservas para a nova picape Chevrolet Silverado elétrica, que ainda deve demorar cerca de um ano para ser produzida.

A receita de 36 bilhões de dólares registrada pela GM no primeiro trimestre foi 11% superior aos 32,5 bilhões faturados um ano antes. O lucro diluído por ação foi 1,35 dólar, em comparação com 2,03 dólares na comparação anual, enquanto na base ajustada o lucro foi de 2,09 dólares, de 2,25 dólares anteriormente.

A GM disse que espera lucro por ação diluído de 5,76 a 6,76 dólares para o ano inteiro e lucro por ação diluído ajustado de 6,50 a 7,50 dólares.

(Por Paul Lienert, Joe White e Ben Klayman)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos