GM vai abrir centro de pesquisa de baterias nos EUA

·1 minuto de leitura

Por Ben Klayman

DETROIT, Estados Unidos (Reuters) - A General Motors anunciou nesta terça-feira que vai abrir um centro de desenvolvimento de baterias nos Estados Unidos para ajudar a companhia a reduzir o custo e aumentar a quilometragem de veículos elétricos que usam baterias de íon de lítio e de estado sólido.

O centro, Wallace Battery Cell Innovation, deve abrir em meados de 2022 e começar a produzir protótipos de células de baterias no quarto trimestre, afirmou a GM.

"A chave para produzir estes veículos é mirar no custo dos packs de bateria", disse Ken Morris, vice-presidente da área de veículos elétricos e autônomos da GM. A montadora vai investir "centenas de milhões" de dólares no centro de pesquisa, afirmou.

A GM já anunciou que vai investir 35 bilhões de dólares até 2025 em veículos elétricos e autônomos e deve dar detalhes do plano durante uma reunião com investidores na quarta-feira.

A montadora afirmou anteriormente que pretende ter uma economia de pelo menos 60% nos custos de bateria na próxima geração de sua tecnologia Ultium e representantes da companhia afirmam que os futuros produtos da empresa permitirão distâncias de 965 quilômetros com uma única carga.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos