Gol pela Argentina faz Messi igualar Pelé e se tornar o maior artilheiro por seleções sul-americanas na história

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Após conquistar o título da Copa América dentro do Maracanã, Lionel Messi alcançou mais um feito para apimentar a rivalidade com os brasileiros. Ao marcar diante da Bolívia, nesta quinta-feira, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, o astro argentino igualou Pelé e se tornou o maior artilheiro por seleções entre os sul-americanos. Ele chegou a 77, a mesma quantidade anotada pelo Rei com a seleção brasileira.

Curiosamente, o feito de Messi acontece um dia após Cristiano Ronaldo ter se isolado como maior artilheiro geral por seleções ao marcar por Portugal, pelas Eliminatórias europeias. Ele chegou a 111 gols e se separou de Ali Daei, agora segundo colocado com 109. Porém, o iraniano reclama que dois de seus tentos não são contabilizados pela Fifa por terem sido marcados em Jogos Olímpicos.

Artilheiros por seleções sul-americanas:

Pelé (Brasil) e Messi (Argentina) — 77 golsNeymar (Brasil) - 68 gols Luis Suárez (Uruguai) - 64 gols Ronaldo (Brasil) - 62 gols Romário (Brasil) - 55 gols Gabriel Batistuta (Argentina) - 54 gols Edinson Cavani (Uruguai) - 53 gols

Artilheiros por seleções gerais:

Cristiano Ronaldo (Portugal) — 111 golsAli Daei (Irã) — 109 golsMokhtar Dahari (Malásia) — 89 golsFeren Puskás (Hungria) — 84 golsGodfrey Chitalu (Zâmbia) — 79 golsHussein Saeed (Iraque) — 78 golsPelé (Brasil) e Messi (Argentina) — 77 gols

Em dezembro de 2020, Messi já havia quebrado outro recorde de Pelé. O astro argentino superou o brasileiro ao se tornar o maior artilheiro por um único clube na história do futebol: foram 644 gols marcados pelo Barcelona, superando os 643 de Pelé com o Santos.

O Rei também tem outros adversário a mais pelas artilharias. Com 77 gols pela seleção brasileira, vê Neymar próximo de ultrapassá-lo nesta liderança. O atual camisa 10 tem 68 tentos e entra em campo ainda hoje para enfrentar o Chile, também pelas Eliminatórias. Tudo indica que ele assumirá a liderança se mantiver a média de gols pela seleção.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos