Gol toma financiamento de R$ 32,94 bilhões para renovar frota

·2 min de leitura
Aquisição, por meio de arrendamento, 12 novas aeronaves Boeing 737 MAX 8 vai na linha de redução de custo e metas ambientais da companhia aérea. (REUTERS/Diego Vara)
Aquisição, por meio de arrendamento, 12 novas aeronaves Boeing 737 MAX 8 vai na linha de redução de custo e metas ambientais da companhia aérea. (REUTERS/Diego Vara)
  • As novas unidades começam a ser entregues neste mês de janeiro;

  • Companhia aérea tem 102 aeronaves em contrato;

  • Gol pretende alcançar a neutralidade de carbono até 2050.

Nesta segunda-feira (24/01) a Gol anunciou o financiamento de R$ 32,94 bilhões (US$ 600 milhões) para adquirir 12 novas aeronaves Boeing 737 MAX 8. O crédito dos aviões é mais barato e vai ao caminho das metas ambientais da companhia aérea.

Com uma taxa de juros de 6% ao ano, a empresa americana Castlelake LP, especialista no setor aéreo, irá creditar o valor para a companhia aérea brasileira. Não foi informado o prazo de pagamento do financiamento bilionário.

Leia mais:

Em nota o presidente da Gol, Paulo Kakinoff, frisa a importância da aquisição das aeronaves para a mudança de patamar da companhia aérea. "Com condições favoráveis de mercado para novas aeronaves MAX e nossa forte parceria com a Boeing, como um de seus maiores clientes, essas aeronaves fortalecem ainda mais a nossa posição de liderança no mercado", afirma Kakinoff.

As novas aeronaves começam a ser entregues em janeiro de 2022. 10 unidades serão adquiridas por meio de arrendamentos financeiros e 2 no formato sale-leasebacks (vender para locar em seguida). A operação reduz o custo de arrendamento dos aviões e possibilita a troca de unidades da frota da Gol.

Com a chegada dos modelos Boeing 737 MAX 8, a Gol irá devolver 18 unidades do 737 NG em 2022 e 34 aeronaves NG até 2025. Até setembro de 2021 a companhia aérea possui em contrato 102 aeronaves Boeing 737 MAX a serem entregues.

A substituição dos aviões está de acordo com a meta da Gol em alcançar a neutralidade em carbono até 2050, pois o Boeing 737 MAX 8 consome 15% menos querosene de avião, emite 16% gás carbono e é 40% mais silencioso.

Com informações do InfoMoney e Suno.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos