Golden Boy: João Félix é o melhor sub-21 da Europa; Rodrygo e Vinicius Jr fora do top 10

Português João Félix é o quarto mais caro da história

O português João Félix, do Atlético de Madrid, é o vencedor do Golden Boy de 2019, prêmio atribuído pela revista italiana "Tuttosport" ao melhor jogador sub-21 da Europa.

O escolhido se dá a partir das opiniões de centenas de jornalistas que trabalham no Velho Continente. Quarto jogador mais caro da história — ao ser contratado pelos espanhóis junto ao Benfica por 126 milhões de euros (hoje, cerca de R$ 587 milhões) —, João Félix recebeu 332 votos, quase o dobro de Jadon Sancho, inglês do Borussia Dortmund, lembrado por 175 jornalistas.

Os brasileiros Rodrygo e Vinicius Junior, ambos do Real Madrid, ficaram fora do top 10. A revelação do Santos aparece em 12º lugar, com 20 votos, enquanto a cria do Flamengo ficou em 13º, lembrado por 13 jornalistas. O pódio é completado pelo alemão Kai Havertz, do Bayer Leverkusen, com 75 menções.

"Obrigado ao 'Tuttosport' pelo prêmio, estou muito orgulhoso. É a segunda vez que um jogador do Atlético Madrid o ganha, e estou feliz. Agradeço também ao Benfica, em particular ao treinador Bruno Lage, tudo o que fez por mim e pela minha família, que está sempre perto de mim. Um abraço", agradeceu o português por mensagem de vídeo.

Alguns dos principais nomes do futebol no século venceram o Golden Boy, entregue desde 2003. Na temporada 2004, Wayne Rooney foi o eleito. Messi ganhou o troféu no ano seguinte. Dois brasileiros também foram premiados: Anderson, em 2008, e Alexandre Pato, em 2009.

Outros eleitos incluem Agüero (2007), Balotelli (2010), Pogba (2013) e Mbappé (2017). No ano passado, o vencedor foi o holandês Matthijs de Ligt, um dos destaques do Ajax na última temporada.

1º — João Félix (Portugal/Atlético Madrid) — 332 votos

2º — Jadon Sancho (Inglaterra/Borussia Dortmund) — 175 votos

3º — Kai Havertz (Alemanha/Bayer Leverkusen) — 75 votos

4º — Erling Braut Haland (Noruega/Salzburg) — 74 votos

5º — Matthijs De Ligt (Holanda/Juventus) — 71 votos

6º — Anssumane Fati (Espanha/Guiné Bissau/Barcelona) — 49 votos

7º — Phil Foden (Inglaterra/Manchester City) — 46 votos

8º — Gianluigi Donnarumma (Itália/Milan) — 37 votos

9º — Nicolò Zaniolo (Itália/Roma) — 36 votos

10º — Donyell Malen (Holanda/PSV) — 35 votos

11º — Mason Mount (Inglaterra/Chelsea) — 29 votos

12º — Rodrygo (Brasil/Real Madrid) — 20 voltos

13º — Vinícius Jr (Brasil/Real Madrid) — 13 votos

14º — Moise Kean (Itália/Everton) — 13 votos

15º — Andriy Lunin (Ucrânia/Valladolid) — 11 votos

16º — Dejan Joveljic (Sérvia/Eintracht Frankfurt) — 9 votos

17º — Mattéo Guendouzi (França/Marrocos/Arsenal) — 9 votos

18º — Alphonso Davies (Canadá/Libéria/Bayern Munique) — 1 voto