Goleiro com mais jogos em Copas do Mundo, Hugo Lloris anuncia aposentadoria da seleção francesa

Aos 36 anos, o goleiro Hugo Lloris, até então capitão da seleção da França, anunciou nesta segunda-feira sua aposentadoria da seleção, ao 'L'Équipe'. Ele defendeu a seleção por 14 anos, conquistou o Mundial em 2018 e foi vice-campeão na Copa do Mundo do Catar. Seu último jogo foi a decisão com a Argentina, onde acabou derrotado nos pênaltis.

— Chega uma hora que temos que saber parar. Sempre disse e repeti que a seleção da França não é de ninguém e todos temos que garantir que assim seja. Acho que o time está pronto para continuar, também tem um goleiro que está pronto (Mike Maignan) — afirmou Lloris.

— Não é fácil anunciar isso, mas, depois de 14 anos defendendo essa camisa, com imenso prazer, orgulho, dever e senso da responsabilidade, eu creio que cheguei ao fim. Decidi encerrar minha carreira internacional, com o sentimento de ter dado tudo. E penso que é importante anunciar isso agora, a dois meses e meio do começo das eliminatórias da Euro, por respeito ao treinador e aos jogadores, para que partam de novas bases — completou Lloris, que disputou 145 jogos pela seleção da França.

Na Copa do Mundo do Catar, Hugo Lloris, se tornou o goleiro com mais jogos em Copas do Mundo de forma isolada, superando o alemão Manuel Neuer. O recorde foi atingido no apito inicial da semifinal do Mundial diante de Marrocos, quando o goleiro francês atingiu a marca de 19 jogos. Agora, está isolado na liderança.

- Eu tinha o sentimento de ter dado tudo, de ainda poder participar dessa aventura, mas eu não tinha vontade de esperar o momento em que começaria a desempenhar um pouco menos. Eu prefiro sair estando no topo, depois de ajudar a França a chegar na final da Copa do Mundo - explicou Lloris.

Lloris jogou no Catar a sua quarta Copa do Mundo. A trajetória do jogador se iniciou em 2010. Na ocasião, ele disputou três partidas naquele Mundial. Em 2018, o goleiro viveu seu ponto alto, sendo campeão mundial com a seleção francesa na Copa do Mundo da Rússia.