Goleiro de Serra Leoa brilha e vai às lágrimas na Copa Africana de Nações

·2 min de leitura
Mohamed Kamara foi o heroi de Serra Leoa diante da Argélia. Foto: Charly Triballeau/AFP via Getty Images
Mohamed Kamara foi o heroi de Serra Leoa diante da Argélia. Foto: Charly Triballeau/AFP via Getty Images

A história de Serra Leoa que volta à Copa Africana de Nações após 25 anos já seria daquelas heroicas só pelo fato de o time ter ido à competição de navio, já que a federação local não tinha dinheiro para bancar uma viagem de avião, no trajeto de cerca de 2 mil quilômetros.

Mas herói mesmo foi o goleiro Mohamed Kamara, que fez defesas impressionantes e parou uma das favoritas ao título, a atual campeã Argélia, no empate sem gols no jogo que marcou a estreia das seleções no campeonato entre seleções do continente africano.

Leia também:

A atuação fez com que o arqueiro de 22 anos fosse eleito o melhor jogador da partida. Emocionado com a atuação e o reconhecimento, Kamara não conseguiu segurar as lágrimas.

A Argélia foi melhor durante todo o jogo, em especial, após o intervalo, mas o goleiro serra-leonês fez pelo menos sete excelentes defesas. No duelo direto contra o atacante Mahrez, do Manchester City, Mohamed Kamara levou a melhor ao segurar duas oportunidades do capitão.

A seleção de Serra Leoa volta à campo somente no próximo domingo, quando enfrenta a Costa do Marfim, pela segunda rodada do grupo E. Os torcedores do país que já fizeram festa na ida do selecionado para a disputa da competição, esperam outra grande atuação do goleiro, que deve ser recebido em seu país com honras de um herói nacional.

Do lado da seleção argelina, o empate não ficou tão amargo pelo fato do time manter sua sequência de invencibilidade que chegou a 35 jogos. Se concluírem ao menos a fase de grupos sem perder, alcançam a maior invencibilidade da história por seleções, que pertence à Itália: 37.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos