Goleiro entra na prorrogação, defende dois pênaltis e leva a Austrália à Copa do Catar

Peru e Austrália fizeram um jogo tecnicamente bem abaixo do esperado, mas reservaram as grandes emoções para o final. A decisão da penúltima vaga para a Copa do Mundo do Catar 2022 foi nos pênaltis, após o empate sem gols no tempo regulamentar, e o herói da disputa foi Andrew Redmayne, que defendeu duas penalidades, assegurando o placar de 5 a 4, em Doha. Com o resultado, a seleção australiana entra no Grupo D do Mundial, junto com França, Dinamarca e Tunísia.

Redmayne entrou aos 15 minutos da segunda prorrogação na vaga de Matthew Ryan e roubou a cena não só pelos pênaltis defendidos como pela postura nas cobranças. Redmayne saltava de um lado a outro do gol para desconcentrar os peruanos. Em duas cobranças deu certo: ele defendeu os chutes de Advincula e Varela.

Na última Copa, a Austrália também esteve junto de França e Dinamarca na primeira fase, mas naquela época ainda existia uma competitividade maior. Após a partida de hoje, ficou evidente a disparidade técnica entre as seleções e espera-se que as duas europeias do grupo sobressaiam.

Esta foi a segunda vez que as seleções se enfrentaram na história. A primeira foi justamente na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Os peruanos venceram o jogo válido pela terceira rodada da fase de grupos por 2 a 0, gols de Carrillo e Paolo Guerrero.

Os australianos já estiveram nos mundiais de 1974, 2006, 2010, 2014 e 2018 e vão disputar o torneio pela sexta vez.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos