Goleiro Jean, do São Paulo, é preso nos EUA por agressão à mulher

O goleiro Jean, do São Paulo, foi preso na manhã desta quarta-feira, nos Estados Unidos, após ser acusado de agressão pela mulher. A ficha criminal do jogador no Departamento de Correções do Condado de Orange, na Flórida, aponta que ele foi detido por violência doméstica às 9h27 no horário de Brasília.

Após nota do São Paulo informando que o clube aguardaria a apuração dos fatos, O GLOBO apurou que o atleta — que tem contrato até 2022 — não jogará mais pelo clube paulista. O caso será encaminhado ao Departamento Jurídico.

Na madrugada desta quarta-feira, a mulher do jogador, Milena Bemfica, publicou diversos vídeos no Instagram Stories para mostrar o seu rosto machucado e pedir ajuda. Depois, ela apagou as imagens das redes sociais, mas usuários já haviam viralizado todas as gravações. Os dois passavam férias na cidade de Orlando, na Flórida

"Eu estou aqui, em Orlando, e olha o que Jean acabou de fazer comigo. Alguém me ajude. Jean acabou de me bater. Gente, socorro", diz em um dos vídeos.