Golpe do ‘Pix agendado’ é rumor; entenda

·1 minuto de leitura
  • Rumor voltou a circular nas redes sociais.

  • Boato diz que golpe envolve função de agendamento do Pix.

  • Mas, segundo BC, manobra é impossível.

Voltou a circular nas redes sociais e em correntes de WhatsApp um boato que corre desde junho, de que um novo golpe envolvendo a função de agendamento do Pix estaria causando prejuízos.

Leia também:

A história é de que a vítima receberia um aviso de que haveria uma transferência pendente, ou agendada, vinda de uma pessoa desconhecida. O golpista entraria em contato então, dizendo que agendou por engano a transferência.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Segundo os rumores, o golpista pediria para a vítima lhe fazer uma transferência no valor equivalente ao do agendamento. Caso realmente fizesse a transferência, a vítima cairia no golpe.

Isso porque o golpista então cancelaria a tal transferência agendada. As informações são do portal G1.

Mas, segundo o Banco Central, a história toda não passa de um rumor disseminado pelas redes sociais. Isso porque o banco que recebe uma transferência agendada não tem como saber de antemão da transferência, até o momento em que o dinheiro é efetivamente enviado.

Portanto, o golpe não funcionaria da forma descrita pelo boato.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos