Golpe do Tinder: homens são presos após atraírem vítima para assalto em hotel de SP

·2 min de leitura
Golpe do Tinder: homem foi enganado com perfil falso em aplicativo. Foto: Thiago Prudêncio/SOPA Images/LightRocket via Getty Images.
Golpe do Tinder: homem foi enganado com perfil falso em aplicativo. Foto: Thiago Prudêncio/SOPA Images/LightRocket via Getty Images.
  • Criminosos foram surpreendidos por policiais militares

  • Um revólver foi apreendido

  • Outro golpe do Tinder foi aplicado no começo da semana na capital paulista

Dois homens foram presos por tentativa de assalto em um hotel na zona Leste de São Paulo na noite desta quarta-feira (2). A vítima teria sido atraída para o Hotel Well, no Jardim Norma, por um aplicativo de relacionamentos.

De acordo com a Polícia Militar, agentes estavam patrulhando a Avenida Pires do Rio quando pedestres avisaram que estava ocorrendo um assalto no hotel. Os policiais foram até o local e flagraram os criminosos.

Os suspeitos tentaram fugir em uma motocicleta roubada ao perceberem a chegada da polícia, mas acabaram caindo na rua Rio Amazonas. Eles chegaram a tentar fugir a pé, mas foram detidos.

Os agentes apreenderam um revólver calibre 32 com numeração raspada e três munições. De acordo com a PM, a vítima teria sido atraída ao hotel após marcar um encontro com um perfil falso em um aplicativo de relacionamentos.

O caso agora será investigado pela 63º DP. Os suspeitos e os itens apreendidos foram encaminhados para a delegacia.

Outro golpe na semana passada

Um empresário caiu no golpe do Tinder e foi sequestrado no Butantã, bairro da Zona Oeste de São Paulo. A vítima foi liberada na noite da última segunda-feira (31) na Avenida Antônio Eiras Garcia, região da comunidade Sapê, próximo ao Rio Pequeno. Quatro suspeitos foram presos.

O homem, de 60 anos, foi sequestrado na Rua Cesário Vendramini, em Osasco, na Região Metropolitana de São Paulo, por volta das 16h. Segundo a polícia, o empresário, que atua no ramo de automação industrial, marcou um encontro por meio de um aplicativo de namoro.

Ele conta que foi abordado por quatro homens armados. Durante o tempo que ficou detido pelos suspeitos, foi obrigado a transferir R$ 7 mil via PIX.

O empresário conta que durante o trajeto sofreu ameaças e coronhadas na cabeça. O carro foi finalmente parado em uma abordagem de policiais da Força Tática. O homem foi liberado e o carro restituído.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos